15 municípios se reúnem em Sorriso para reunião do Cidesa; regularização fundiária foi assunto principal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Na manhã desta quinta-feira (21), prefeitos e secretários representantes dos 15 municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental Vale do Teles Pires (Cidesa), se reuniram no auditório do Centro de Eventos Ari José Riedi, em Sorriso, para debaterem assuntos pertinentes ao desenvolvimento econômico e socioambiental da região.

A reunião foi dirigida pelo prefeito de Sorriso, Ari Lafin, que é presidente do Consórcio, onde discutiram diversos assuntos, como o projeto de Lei que os municípios devem encaminhar às suas respectivas Câmaras Municipais, visando aprovação pelos vereadores, autorizando a efetivação do contrato de rateio orçamentário entre os municípios que compõem o Cidesa.

Foram formadas comissões de trabalho, visando dar celeridade no andamento de projetos importantes para a região, como a descentralização regional da SEMA, regularização fundiária, zoneamento da castanheira (região de Cláudia) e viabilização para implantação da Defesa Civil nos municípios que não possuem.

Ari Lafin, presidente do Cidesa, destacou a questão da busca pela regularização fundiária, um dos principais tópicos discutido em reunião.

“Tivemos uma importante reunião, em que debatemos assuntos importantes como é o caso da regularização fundiária, que tem sido um desafio para todos os municípios, por isso precisamos nos unir, juntar forças para buscar agilizar o processo de regularização dessas terras”, destacou Lafin.

Foi nomeado como presidente da comissão de regularização fundiária, Edu Pascoski, prefeito de Itanhangá, município que tem o maior território de assentamento do país, com 45% de área aguardando regularização.

“Todos os municípios que compõem o Cidesa têm problemas fundiários, por isso a importância de formar uma comissão específica. Vamos nos reunir, buscar um diálogo com as instituições relacionadas a regularização fundiária, para juntos, buscarmos a solução para este problema”, ressaltou Pascoski.

O Cidesa foi reativado em maio deste ano com o objetivo de fortalecer os municípios que compõem a região Vale do Teles Pires, buscando discutir e resolver os principais problemas da região. Atualmente, 15 municípios compõem o Cidesa: Cláudia, Feliz Natal, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, São José do Rio Claro, Sinop, Sorriso, Tapurah, União do Sul e Vera.

Da Administração Municipal de Sorriso, além do prefeito Ari Lafin, também participaram da reunião, a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Jucélia Ferro, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Oliveira, e o secretário adjunto de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Kuhn.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

thumb__600_0_0_0_auto (17)

Geraldo Rufino contará sua história a sorrisenses

Fábrica da empresa brasileira BRF em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Brasil precisa qualificar 9,6 milhões de trabalhadores em ocupações industriais até 2025

Golpe Nota MT

Moradora de Nova Mutum fatura 10 mil em sorteio do Programa Nota MT

Industria-mt

Mato Grosso alcança primeira posição em crescimento médio da indústria no Brasil

04-Governo-liberará-R-32-bilhões-para-financiar-programa-de-energia-solar-Foto-Prefeitura-Municipal-de-Palmas-TO

Assembleia Legislativa de Mato Grosso Assembleia aprova em definitivo veto a ICMS de energia solar

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-12T172515.407

Procon fiscaliza a venda de alimentos na Exporriso