Agronegócio

A SAFRA COMEÇOU OFICIALMENTE! – Sustentabilidade na produção marca abertura nacional do plantio da soja

Publicado em 25/09/2019

O tema central das palestras da Abertura Nacional do Plantio da Soja 2019/2020 foi sustentabilidade. O evento aconteceu em Vilhena (RO) nesta quinta-feira, 19, e reuniu pesquisadores, autoridades e produtores rurais. “Temos leis rígidas, então nossa intenção principal é mostrar que a soja mais sustentável do mundo é a do Brasil”, afirma o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Bartolomeu Braz.

O secretário especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia, participou da solenidade e falou sobre como o setor alia preservação ambiental à produção. “Em tudo o que existe de bom nesse sentido, o Brasil é exemplo”, frisa.

Durante o evento foram apresentados os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) relativos a 2019. Os números mostram que a área de vegetação protegida e preservada corresponde a 66% do território nacional. As lavouras, por sua vez, ocupam 7,8%.

O estudo evidencia, também, uma relação direta entre o plantio de soja e a preservação do meio ambiente: nos municípios que mais produzem, as taxas de preservação variam entre 40% e 60%.

“Hoje, o produtor que aplica tecnologia aumenta a matéria orgânica do solo, preserva mais, captura carbono e contribui para a melhoria da qualidade ambiental”, reforça o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio.

Exemplo para o Brasil e para o mundo

Em Rondônia, 6,7 milhões de hectares estão preservados, o que corresponde a 52% da área das propriedades rurais. “Isso nos leva a uma conclusão óbvia: nenhuma categoria profissional do Brasil destina mais área, recursos, tempo e, principalmente, dinheiro em prol do meio ambiente que os agricultores”, frisa o supervisor de gestão da Embrapa Territorial, Gustavo Spadotti Castro.

Rondônia é o terceiro estado mais rico do Norte, com 12% do Produto Interno Bruto (PIB), e tem potencial para continuar crescendo, segundo o governador Coronel Marcos Rocha. “Precisamos ampliar a capacidade de produção, mas respeitando o meio ambiente, para que as pessoas tenham condições de ter uma vida digna”, diz.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)