Acusado de matar agrônoma será julgado em agosto em Sorriso

A justiça de Sorriso decidiu que será no dia 18 de agosto o julgamento de Jackson Furlan, 32 anos, principal suspeito de matar a agrônoma Júlia de Souza Barbosa, 28 anos. A vítima estava no interior de um veículo, quando foi atingida, na madrugada de 9 de novembro de 2019.

O julgamento chegou a ser marcado para o ano passado, mas a juíza Emanuelle Chiaradia decidiu adiar, uma vez que ainda havia recursos pendentes da defesa e do Ministério Público. Jackson será julgado por homicídio qualificado contra Júlia e por tentativa de homicídio contra o namorado dela. O júri será realizado de maneira híbrida.

De acordo com a apuração feita pela Polícia Civil, Júlia estava com o namorado na casa de amigos, quando o casal decidiu ir embora. No caminho, a pedido da agrônoma, o casal foi até a conveniência de um posto de combustíveis, situado na avenida Natalino Brescansin, região central de Sorriso. Na sequência, seguiu na caminhonete Toyota Hillux para dar um último passeio, antes de retornar para casa.

No percurso, um VW Gol preto passou a andar devagar pela via, fazendo com que o veículo em que estava o casal também reduzisse a velocidade. Naquele momento, Furlan, também conduzindo uma caminhonete, teria se aproximado e começado a buzinar, forçando passagem pela via estreita e que possui fluxo lento.

O veículo onde estava a vítima seguia em velocidade reduzida, o que, segundo a polícia, enfureceu o suspeito, que estava embriagado. Ele passou a seguir o veículo do casal, que tentou fugir pelas ruas da cidade. Próximo ao Hospital 13 de Maio, na avenida Brasil, o homem disparou contra a caminhonete do casal.

O projétil transfixou o vidro traseiro do veículo e atingiu a vítima, que foi socorrida pelo namorado e levada até um hospital próximo. Entretanto, mesmo com atendimento imediato da equipe médica, a engenheira não resistiu ao ferimento. Júlia morava no interior do Paraná e estava em Sorriso visitando o namorado.

O acusado teve a prisão preventiva cumprida no dia 10 de novembro de 2019, quando se entregou na delegacia municipal acompanhado de advogados. Ele segue no centro de ressocialização de Sorriso.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Lumar-de-B-990x556

LUMAR COSTA DA SILVA, que matou e arrancou o coração da tia, será transferido para hospital psiquiátrico de SP para tratamento por tempo indeterminado

Forum

Sorriso: Juiz determina que empresa Chocair devolva dinheiro de procedimento médico pago antes de ser executado

ADVOGADO SINSEMS 2

Marcos Wanderley assume assistência jurídica ao servidor supostamente envolvido na contratação de cooperados fantasmas

1c60ae0b7e2590cad0d8eb992ad13b8a

Juiz mantém prisão de garçom que matou o filho de 1 ano e 8 meses asfixiado por causa de choro

camara de sorri fachada

CPI das Liminares da Saúde realiza hoje as primeiras oitivas

CASADESTRUIDA

A Voz do Povo: família que teve casa destruída por ônibus escolar em Sorriso aguarda por justiça