Acusado de torturar e queimar vítimas ainda vivas é preso

Um criminoso de 28 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso nesta quarta-feira (13) por envolvimento na morte de Aleson Vitor Almeida da Silva Nunes, 14, e Josevaldo Soares de Souza Nascimento, 17, em Nova Olímpia (207 a médio-norte). O home é o último suspeito de envolvimento do crime brutal contra as vítimas que foram torturadas e queimadas vidas.

Segundo informações da Polícia Civil, há 6 meses os investigadores apuram o duplo homicídio e apenas um suspeito ainda não tinha sido preso.

Na semana passada, a Operação Carreta cumpriu 13 mandados contra os autores do crime, entre prisões, buscas e apreensão de menor.

“A equipe policial de Nova Olímpia não mediu esforços para dar uma resposta à sociedade diante desse crime bárbaro. Foram meses de investigações e análise pericial que possibilitaram à Polícia Civil identificar todos os envolvidos no duplo homicídio”, destacou o delegado Gustavo Espíndula.

O crime
No dia 24 de julho, o trabalhador de uma usina na região de Nova Olímpia avistou um incêndio no canavial. Ao seguir ao local para apagar as chamas, ele encontrou o corpo de uma das vítimas e a outra, ainda viva, apresentava diversas queimaduras. Diante da descoberta, ele acionou a polícia.

Os jovens foram executados em um “tribunal do crime”, que determinou as mortes praticadas com o meio cruel. Após os suspeitos torturarem as vítimas durante duas horas, atearam fogo nos adolescentes ainda com vida. Um morreu no local e o outro foi encaminhado a Cuiabá, mas faleceu no Hospital Municipal.

Veja também

Polícia Civil prende no sul do estado homem que assassinou colega de trabalho e ateou fogo à vítima

Sorriso: homem que invadiu casas usando chave mixa é preso em flagrante trabalhando em obra

Polícia Militar de Ipiranga do Norte realiza grande apreensão de drogas pela segunda semana consecutiva

Sorriso: mulher é presa por exploração sexual de adolescente durante campanha Maio Laranja

Homem é preso por agredir e torturar ex-esposa por 12 horas

Polícia Civil de Tapurah deflagra nova etapa da Operação Erga Omnes contra o tráfico de drogas