Agrônomo é morto com tiro na cabeça na frente da esposa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

O agrônomo Fernando Henrique Grosso, de 37 anos, foi morto com um tiro na cabeça na frente da esposa em um quarto de hotel da cidade de Diamantino (180 km de Cuiabá). O crime ocorreu na manha de sábado (20).

Segundo informações preliminares apuradas pela reportagem, os bandidos teriam entrado na recepção do local e simulado um assalto. A recepcionista foi rendida pelos criminosos que pegaram a chave do quarto do agrônomo e foram até o local.

Um dos bandidos teria pedido a pulseira e uma corrente de ouro de Fernando. Depois que a vitima entregou os pertences, o criminoso pediu que a companheira colocasse a cabeça na cama para não ver ele sendo morto. Em seguida, teria dado um tiro na cabeça de Fernando.

Os bandidos ainda não foram localizados. A suspeita é de que o homem tenha sido executado. No entanto, a Polícia Civil investiga essa hipótese.

Fernando era do estado do Paraná, mas estaria trabalhando na cidade de Diamantino. O agrônomo deixa uma filha.

O seu corpo está sendo transladado para a cidade de Terra Roxa com previsão de chegada para o final da tarde deste domingo (21). O velório ocorrerá na capela mortuária municipal na Avenida da Saudade.