Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Ouça a melhor programação todos os dias. Sintonize 99,1 Sorriso FM - Do jeito que você gosta!

Geral


Animal resgatado na BR-163 ganha nova família

A primeira cachorra resgatada na BR-163, após firmada a parceria entre a Rota do Oeste e o Projeto Luta e União de Amigos para Animais em Risco (Projeto Lunaar) de Cuiabá, ganhou novos donos. A família estava em busca de uma companhia para a cadela que já tinha, e em um pouco mais de um mês a Ruth já estava no novo lar.

A adotante, Vânia da Silva Oliveira, mora na zona rural e considera a parceria uma forma de ajudar animais que precisam de amparo. Para ela é importante ter quem resgate e leve para tratamento. “Melhor ainda, é que eles podem se recuperar em um abrigo e têm a chance de encontrar uma família”. A escolha aconteceu porque a Ruth tem um problema na pata. Silva acredita que este seria um motivo para que as pessoas rejeitassem a cadela.

O gerente de Sustentabilidade da Rota do Oeste, Wilmar Manzi, conta que esta foi a primeira adoção de um animal resgatado pela equipe, depois do início da parceria com o Projeto Lunaar, e espera o mesmo desfecho com todos. “O resgate é o início da nossa preocupação com a causa. Retiramos da BR-163, para que não corram risco, mas desde sempre nos preocupamos com as demais etapas do processo, como a recuperação e adoção”.

Carla Fahima, membro da diretoria do Lunaar, explica que a procura por animais aumentou durante a pandemia. “Hoje o Projeto tem ao todo, 80 gatos e cerca de 10 cachorros, mas a rotatividade foi grande nos últimos meses e eles têm ficado nos abrigos apenas durante o tempo de recuperação, logo são adotados. É ótimo, pois significa que o mesmo irá acontecer com aqueles que forem resgatados pela Rota”.

A nova dona conta também que, ao chegar no sítio, a cachorra estava agitada e não permitia ser retirada da caixa de transporte. Depois de algumas horas ela saiu por conta própria e começou a conhecer o ambiente. Fahima explica que existe um período de adaptação entre os dois locais. “Primeiro, eles se acostumam com o lar temporário, depois que vão para a casa definitiva, podem sim ficar um pouco ariscos ou bravos, mas dura apenas o tempo de adaptação”. Ao chegar no abrigo, Ruth também apresentava bastante agressividade. Segundo ela, é normal que eles fiquem assim quando passam por algum trauma.

Sobre a parceria

Manzi explica que a empresa resgata os animais que são localizados às margens da rodovia, em todo o trecho sob concessão (que vai de Itiquira a Sinop) e os direciona para tratamento em clínicas veterinárias. Assim, podem se recuperar de ferimentos ou até mesmo de uma possível doença. “A parceria é uma melhoria no procedimento, porque após este processo, o Projeto Lunaar vai oferecer moradia para que eles aguardem a adoção”.  A empresa também irá fornecer apoio nos custos de tratamento dos animais resgatados pelo próprio Projeto.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Fahima acredita que a atitude da Concessionária irá possibilitar que muitos animais ganhem os cuidados necessários. “O Projeto sobrevive de doação e é muito importante que tenhamos apoio. A gente sabe que os animais ficam receosos depois do resgate, o lar temporário é o local de recuperação e a primeira adaptação”, completa.

Como adotar

Os interessados em adotar um animal resgatado pela Rota do Oeste e também pelo Projeto Lunaar, podem acessar as redes sociais buscando por @projetolunaar no Facebook ou no Instagram.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Meio Ambiente

O número de atendimentos de incêndio registrado na BR-163/364 em agosto de 2020 é o maior em 4 anos. Os dados são da Rota do...

Agronegócio

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) realizou na terça (22) uma live para discutir um dos assuntos que mais causado interesse no...

Geral

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Comissão Permanente de Avaliação e Alienação de Bens do Estado, realizará no dia...

A Voz do Povo

O prefeito Ari Lafin concedeu entrevista para a Sorriso FM para responder aos questionamentos sobre problemas nos serviços de telefonia móvel e fixa e...

A Voz do Povo

Delegado do núcleo Aprosoja, Natan Belusso comenta início do plantio e eleições para nova diretoria. Confira a reportagem de Heverton Luiz:

A Voz do Povo

Secretaria de Saúde divulga que já são mais de 5 mil curados da COVID 19 no município. Heverton Luiz fala sobre os números do...

Curta a nossa página

+ Mais notícias

Política

O juiz da quarta Vara Civil de Sorriso, Valter Fabrício Simioni da Silva, atendendo a pedido do Ministério Público de Sorriso, determinou em decisão...

Economia

A Concessionária Rota do Oeste disponibiliza dez vagas de emprego, para três cargos, com atuação nos municípios de Rondonópolis, Cuiabá, Diamantino, Nobres, Nova Mutum,...

Economia

A partir de 01 de outubro, Sorriso voltará a receber operações da Azul. Os voos com o ATR 72-600, com capacidade para até 70...

A Voz do Povo

O advogado, Evandro Vozniak fala sobre representação em desfavor de Adriana Tavares por ofensas à integrantes do PSDB. Confira a entrevista feita por Ivan...

A Voz do Povo

Presidente do Democratas, Nereu Bresolin comenta decisão de apoiar Ari Lafin tomada em convenção do partido. Durante a convenção também foi definida a nominata...

Saúde

Secretaria de Saúde confirma o 83º e o 84º óbito por Covid-19.

A Voz do Povo

Projeto Colheita do Bem realizado pela empresa América Insumos Agrícolas entrega recursos para entidades filantrópicas de Sorriso. Foram distribuídos quase meio milhão de reais...

Polícia

Um jovem e um idoso foram presos pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (23.09), durante ação para cumprimentos de mandados judiciais. Os crimes...

Propaganda