ANTT decide 5ª se aceita plano para obras na BR-163 no Nortão ou ‘inicia’ caducidade de contrato com concessionária

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres fará, na próxima quinta-feira, a partir das 14h30, reunião para debater as minutas do Termo de Ajustamento de Conduta referente a concessão da BR-163, trecho entre Sinop e Itiquira (divisa com o Mato Grosso do Sul). Em julho, foi realizada audiência pública e houve prazo para adequações do TAC. Agora, será deliberado o relatório final.

A maior cobrança das lideranças políticas e de entidades no Estado é para a duplicação da rodovia no Nortão, a partir de Sinop até o Posto Gil (cerca de 200 km), onde há grande quantidade de carretas e caminhões (além de automóveis) transitando diariamente e constantemente há acidentes com vítimas fatais. As obras deveriam ter iniciado e não foram e a empresa deixou de cumprir as exigências contratuais.

No TAC, a empresa propõe fazer as obras de duplicação e outras como passarelas, trevos de acesso, através de um novo investidor, a partir deste ano ou ano que vem. Em Sinop, por exemplo, estão previstos cinco dispositivos de acesso (semelhantes a viadutos)

A ANTT também debaterá no encontro a proposta de instauração de processo administrativo para caducidade (rescisão) do contrato, que andará paralelo a assinatura do TAC. Com o andamento em conjunto entre os processos, caso o prazo (que será definido na reunião) para o TAC não seja respeitado, segue-se o rito para a possível rescisão (em seguida, deverá ser realizado novo leilão para concessão).

Atualmente, a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso, está habilitada no processo como amicus curiae, e vem cobrando intensivamente para que os processos continuem em andamento e haja uma solução para os problemas da rodovia.

O trecho sob responsabilidade da empresa tem 850,9 quilômetros. Caso seja definida a consolidação de um TAC, as obras devem ser concluídas em 5 anos, e haverá troca do controle acionário (saída da Odebrecht e entrada de um novo investidor). O investimento previsto é de R$ 3,2 bilhões, sem impacto no valor atual das tarifas nas praças de pedágio.

O leilão de concessão da 163 foi em novembro de 2013. Em março de 2014, foi outorgada à concessionária, com permissão para iniciar a cobrança de pedágio após a conclusão de 10% das obras previstas. Pelo contrato, a Rota do Oeste é responsável por duplicar 453,6 quilômetros. O investimento previsto para todas as frentes era R$ 4,6 bilhões (sendo R$ 2,3 bilhões somente para duplicação).

As obras deveriam ser concluídas até março de 2019, mas a empresa interrompeu em 2016, tendo executado apenas 117,6 km de duplicação (26% do previsto). Atualmente, restam 335 km sem duplicar (74%). Falta ainda realizar 375 km de recuperação e 27 km de marginais. Devido aos atrasos, de 2019 a 2021, a Rota do Oeste foi autuada mais de 160 vezes pela ANTT, com multas que ultrapassam R$ 565 milhões.

Mesmo sem realizar os trabalhos, a concessionária continua arrecadando com as nove praças de pedágio, sem conceder descontos, como é previsto no contrato caso haja atrasos. A comissão da OAB instaurada para acompanhar esta questão, constatou que somente a não execução da duplicação, deveria implicar em 23% de desconto na tarifa aplicada atualmente nas praças.

À época da audiência pública, o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos apontou que de 2014 a 2020, foram registrados mais de 9,9 mil acidentes no trecho de concessão, com mais de 550 mortes. Ainda são mais de 1,5 mil feridos (graves e moderados), e mais de 6,6 mil com ferimentos leves.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

28d22ea8debbc6b199988d13574fc667

STF autoriza licença paternidade de 180 dias para servidores públicos

627b2343c2646efd56

Justiça publica lista de credores de transportadora de Sorriso que deve R$ 37,7 mi

5e340771c3d5915014a6302055439ce1

TCE-MT e AMM debatem criação de sistema de planejamento e contabilidade e avançam na implantação do GPE

cidadaos com voz e vez

Conheça o projeto Cidadãos com Voz e Vez desenvolvido em Sorriso (vídeo)

phpThumb (19)

Fórum de Nova Ubiratã abre processo seletivo credenciar fisioterapeuta e psicologia

15045641_2

Justiça nega liberdade a acusado de dirigir na contramão e matar motorista de aplicativo e passageira em MT