(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Baleada por Muvuca, farmacêutica agradece as orações

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

De alta médica há 9 dias, a farmacêutica Nádia Mendes Vilela, 33, relata que a vida volta a tomar forma e agradece a todos que torceram e oraram por sua recuperação. A mulher foi baleada pelo ex-namorado, o jornalista José Marcondes “Muvuca”, que se matou em seguida.

Em rede social, a empresária publicou fotos com a mão ainda enfaixada, porém o semblante era mais tranquilo, de quem realmente ganhou uma nova vida. Juntos às fotos, ela escreveu agradecimento a Deus a quem torceu por ela.

“Como Deus é lindo e tremendo, na sua infinita misericórdia e bondade está me permitindo a cada dia um novo recomeço, aos poucos tudo vem ganhando forma novamente. Agradeço a todos aqueles que estão e que estiveram ao meu lado,

torcendo pela minha recuperação, orando, chorando e suplicando pela minha vida. Cada um de vocês tem um lugarzinho especial em meu coração. Serei eternamente grata”, diz a mensagem da vítima publicada no dia 13 de julho.

A mulher foi atingida na mão, no tórax e região cervical pelos tiros disparados pelo ex-namorado. Ele atirou pelo menos 4 vezes contra a mulher e, depois, atirou na própria cabeça. Ele recebeu atendimento médico, mas morreu horas depois do crime, ocorrido em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte).

O jornalista não aceitava o fim do relacionamento e procurou a mulher no ambiente de trabalho dela, no dia 28 de junho. Ele a chamou para o escritório no fundo da farmácia, onde conversaram por poucos minutos. Logo, ele sacou a arma e atirou contra Nádia, que conseguiu fugir para a rua, ensanguentada, e pedir ajuda a populares.

Depois a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atendimento da ocorrência e socorro ao baleado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com