Blitz Lei Seca: mais 14 pessoas são detidas por assumir a direção sob efeito do álcool

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Dos 310 veículos que passaram pela Avenida Blumenau das 23h de sexta-feira (26) à 1h30 de sábado (27), 108 foram abordados para que seus condutores fossem submetidos ao teste do etilômetro. Até às 4h da matina de sábado, o trabalho foi intenso para equipes da Polícia Militar (PM), da Guarda Municipal de Trânsito (GM), da Polícia Judiciária Civil (PJC), do Corpo de Bombeiros e do Detran, durante a 17.ª edição da Operação Lei Seca em Sorriso.

A operação, articulada por meio da parceria entre forças do Estado e da Prefeitura, via Secretaria Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Semsep), conta com o aval do Gabinete de Gestão Integrada e tem um objetivo central: reduzir acidentes, evitar mortes e sensibilizar condutores sobre o fato de que conduzir veículo depois de beber é assumir o risco de provocar um acidente.

Ao todo, foram feitos 108 testes de alcoolemia e o resultado mostrou que, dos testados, 38 apresentaram álcool no organismo. Dentro deste grupo, 14 foram detidas por estar com nível igual ou superior a 0,34 de álcool por litro de ar alveolar, o que configura crime de trânsito, conforme o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Quando este volume é igual ou menor que 0,33, é configurada infração de trânsito, conforme o artigo 165, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), realidade de 24 dos condutores abordados.

Vale lembrar que a multa, tanto nos casos de infração, quanto nos momentos em que a pessoa se recusa a soprar o etilômetro, é de R$ 2.934,70, visto que ambas as práticas são consideradas gravíssimas, com recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e até mesmo remoção do veículo. Quando é configurado o crime, além de todas estas penalidades, a detenção pode ser de seis meses a três anos.

“Voltamos a pedir que as pessoas não se arrisquem a conduzir veículos depois de terem ingerido álcool, pois isso pode colocar em risco não apenas a vida do condutor, mas também de quem estiver no veículo ou de terceiros ”, destaca o titular da Semsep, José Carlos Moura, reiterando que a mudança de comportamento é indispensável para a promoção de um trânsito mais seguro.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

8D614170-9CD6-4C2C-B062-C95DAAD2A98D-1024x576

BR 163 segue interditada; PRF lamenta trágico acidente que deixou pelo menos 11 mortos

acid2

Sorriso: motociclista invade preferencial e duas pessoas ficam feridas

16055135_whatsapp-i

Mulher de 22 anos morre após bater moto em viatura da PM em MT

viatura resgate bombeiros

Jovem morre após grave acidente em Lucas do Rio Verde

Diego-Alves-dos-Santos-falecido-Sinop-maio-2022-arquivo-pessoal

Morre fiscal que sofreu acidente de moto em Sinop e estava hospitalizado

Caminhão-carregado-soja-tomba-rodovia-BR-163-Sinop-maio-2022-assessoria-990x556

Carreta carregada com arroz tomba na BR-163 em Sinop