Brasil vai colher 149 milhões de toneladas de soja, segundo consultoria

produção brasileira de soja em 2023/24 deverá totalizar 149,076 milhões de toneladas, uma queda de 5,5% em relação à safra anterior, que ficou em 157,83 milhões de toneladas. A estimativa foi divulgada por Safras & Mercado.

A estimativa anterior, divulgada em 5 de janeiro, era de 151,36 milhões de toneladas de soja. A redução sobre a previsão anterior é de 1,5%.

Safras indica aumento de 1,6% na área plantada de soja, estimada em 45,41 milhões de hectares.

Em 2022/23, o plantio de soja ocupou 44,68 milhões de hectares. A produtividade média deverá cair de 3.550 para 3.299 quilos por hectare.

“As produtividades médias esperadas foram ajustadas para estados das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. O avanço da colheita revela a realidade da safra brasileira, especialmente nos estados que sofreram com a baixa umidade e temperaturas elevadas no final de 2023”, explica o analista e consultor da Safras, Luiz Fernando Gutierrez Roque.

“Apesar disso, as chuvas a partir do final de dezembro trouxeram um ambiente mais favorável ao desenvolvimento das lavouras do Centro-Norte do país, principalmente nas áreas semeadas mais tardiamente ou replantadas. Isso deve impedir uma queda ainda maior nas produtividades médias e, se as chuvas regulares continuarem, podemos ter surpresas positivas nas próximas semanas”, completou Roque.

Veja também

Ex-Secretário de Política Agrícola, Neri Gheller, fala sobre saída do Ministério e cancelamento do leilão do arroz

PIB do agro recua 2,2% no 1º trimestre, aponta Cepea

Clube Amigos da Terra de Sorriso comemora hoje 22 anos de fundação

Sicredi disponibiliza R$ 66,5 bilhões no Plano Safra 2024/2025 

Produtores rurais de Sorriso estão descontentes com Plano Safra anunciado pelo Governo

Incentivos fiscais impulsionam a produção agrícola irrigada