Primavera do Leste

Câmara de Primavera do Leste cassa mandato do vereador Inspetor Adriano e o condena à inelegibilidade

Durante a sessão realizada na manhã desta quarta-feira (30), a Câmara Municipal de Primavera do Leste, localizada a 235km de Cuiabá, deliberou pela cassação do mandato do vereador Adriano Carvalho, conhecido como Inspetor Adriano, do partido Podemos. Além da perda do mandato, Adriano também foi condenado à inelegibilidade por um período de oito anos.

A votação pela perda do mandato contou com 12 votos favoráveis, enquanto dois vereadores estiveram ausentes e o próprio Adriano estava impedido de votar.

O vereador estava enfrentando um processo político-administrativo disciplinar, acusado de caluniar, difamar e injuriar seus colegas parlamentares, assim como servidores municipais, por meio das redes sociais. Entre os casos citados, Adriano teria ridicularizado a dicção do vereador Temazin Pedreiro, do partido União, e também teria proferido ofensas graves ao então servidor público Luiz Carlos Rezende, usando termos como “parasita”, “encostado na municipalidade” e “sanguessuga”.

A sessão que culminou na cassação do mandato do vereador durou cerca de cinco horas, durante as quais foram debatidos os argumentos e evidências do caso.

A cadeira que era ocupada por Adriano será agora ocupada por seu suplente Gilberto Teles, que também é filiado ao Podemos.

Nas redes sociais, o vereador Inspetor Adriano já havia sinalizado que estava ciente da iminente cassação. Em uma publicação feita na terça-feira (29), ele escreveu: “Chegou o dia da cassação do meu mandato”. Até o momento, Adriano não se manifestou após a decisão da Câmara.

Veja também

“Considero o fim da ‘saidinha’ um avanço legislativo, mas precisamos de muito mais”, afirmou a primeira-dama de MT, Virginia Mendes.

Falando de pré-candidatura vereador Damiani diz que prioridade tem que ser Sorriso

Governador destaca competência dos novos desembargadores e acredita que prestação de serviços na Justiça será ampliada

Políticos de Mato Grosso confirmam presença em ato convocado por Bolsonaro em São Paulo

Deputados aprovam projeto que institui programa de escolas cívico-militares em Mato Grosso

Senado aprova fim da “saidinha” de presos, projeto será analisado pela Câmara dos Deputados