(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Com saúde colapsada em MT, secretário pede ‘socorro’ a outros estados e tem pedido negado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, pediu socorro a lideranças de outros estados para que atendam aos pacientes com covid-19 que estão na fila de espera por Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Contudo, apesar da demanda, o pedido foi negado.

Conforme divulgado pelo portal Gazeta Digital, a ocupação em UTIs no estado é superior a casa dos 99% e 50 pessoas aguardam para serem internadas.

Os números diários da doença em Mato Grosso têm sido altos desde dezembro passado. Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que, até a tarde de sábado (06), o estado já tinha registrado mais de 5,9 mil mortes e 260,7 mil contágios.

A assessoria da SES confirmou a solicitação e emitiu nota sobre o caso. Confira o comunicado na íntegra abaixo:

“A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) informa que solicitou o auxílio dos demais estados da federação para a possível transferência de pacientes com a Covid-19. Até o momento, não houve confirmação oficial por parte dos estados.

Atualmente, Mato Grosso registra 59 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de Terapia Intensiva. É importante frisar que, considerando a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS), o estado de Mato Grosso prestou assistência aos pacientes de Rondônia em janeiro deste ano e cedeu UTIs para o tratamento de pessoas que esperavam por uma vaga.”

A Gazeta