(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Comissão avalia primeiros dias do transporte coletivo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Em uma reunião nesta manhã (08), a comissão de avaliação do transporte coletivo optou por manter pelo estudo até o fim de janeiro. Para dar continuidade ao serviço em fevereiro, será analisado se a melhor opção é a contratação de motoristas e cobradores via serviço de cooperativa ou via teste seletivo. Já os veículos usados no transporte coletivo seguem sendo locados.

O secretário de Governo, Marlon Zanella, pontua que além do estudo de viabilidade há a necessidade da “análise e aprovação do Legislativo, por isso a importância de debatermos e construirmos em conjunto para encaminhamentos futuros à Câmara”.

Desde o dia 02 de janeiro, seis ônibus com seis linhas com itinerários de segundas a sextas-feiras das 5 até as 21 horas e aos sábados das 5 às 18 horas estão rodando sob responsabilidade da Prefeitura Municipal.

A contratação emergencial dos seis veículos para o transporte de passageiros foi feita por meio da Dispensa de Licitação nº 059/2019, do tipo menor preço por item, prevista no artigo 24 da Lei n° 8.666/93. “Optamos pela contratação de uma empresa privada para a disponibilização dos ônibus, visto que é obrigação do município atender à necessidade de locomoção da população”, explica o secretário de Administração, Estevam Calvo.

Na reunião de hoje, os secretários apresentaram um balanço dos primeiros cinco dias do transporte coletivo para os membros da comissão e receberam o aval para continuar o estudo até o fim de janeiro. “O transporte é um serviço essencial para a comunidade. Estamos realizando ajustes para viabilizar da melhor forma possível”, acrescenta o secretário de Governo, Marlon Zanella.

Além de Estevam e Zanella, participaram da reunião os secretários Lúcia Dreschler (Educação e Cultura); Sérgio Kokova (Administração); além do servidor da Semec Gerson Ribeiro; da servidora da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sandronéia Klaus; o empresário Alécio Di Domênico; o representante da OAB Diego Pivetta; o representante do IFMT Marcionei Rech; o vice-presidente do Sindicato Rural Nodimar Correa e os vereadores Claudio Oliveira e Nereu Bresolin.

Confira quem é isento da taxa 

Conforme Zanella, os ônibus passam pelos pontos de embarque/desembarque aproximadamente de hora em hora. O secretário destaca que idosos são isentos do pagamento da tarifa fixada em R$ 3,70. Para isso, basta que apresentem um documento comprovando idade superior a 60 anos no momento do embarque. Além dos idosos, também não pagam a tarifa crianças até seis anos de idade e cadeirantes. No caso específico do cadeirante, caso for criança, o acompanhante também está isento do pagamento.

“Quando o passageiro realiza a conexão de uma linha para outra a partir do ponto de integração, também não há cobrança de nova tarifa”, salienta. O ponto de integração das linhas é a Avenida Natalino João Brescansin na Área Verde. Quaisquer dúvidas, informações ou sugestões podem ser realizadas pelo número (66) 99684-5743.

Confira o itinerário de cada linha: 

A Linha 100 realiza o percurso do bairro Rota do Sol para o Centro, via Jardim Amazônia, Avenida Blumenau e Área Verde.

A Linha 200 saí do Residencial Santa Maria sentido Centro passando pelo Bela Vista, Prefeitura e Área Verde.

A Linha 210 saí do Residencial Santa Maria para o Centro via Carolina, São José, Bela Vista, Prefeitura e Área Verde.

A Linha 300 realiza o percurso Centro até o Residencial Mário Raiter, passando pela Região Leste, Mário Raiter, Rodoviária, Hospital Regional e Área Verde.

A Linha 310 faz o caminho inverso, saindo do Mário Raiter via Hospital Regional, Rodoviária, Região Leste, São Francisco e Área Verde.

A Linha 500 realiza o percurso Centro para o bairro União via Avenida Tancredo Neves.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com