Credenciamento de laboratórios e mudanças no sistema de notificação devem acelerar confirmações de coronavírus em MT

Por: Olhar Direto

Atualmente, além do prórpio Laboratório Central de Mato Grosso (Lacen), somente dois laboratórios privados são credenciados e podem atestar oficialmente os casos confirmados de coronavírus no estado (além do próprio Lacen). De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, no entanto, esta realidade deve mudar em breve e acelerar o processo da contagem oficial.

Para isso, o Estado busca credenciar o laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus de Rondonópolis, e também lançou um edital para inscrição de outros laboratórios interessados. “A partir do momento em que são credenciados, os laboratórios não precisam mais de chancela do Lacen, nem de contraprova”, explicou Gilberto, em uma transmissão ao vivo realizada no final da tarde da última terça-feira (24).

Outra iniciativa para acelerar a contagem, agora dos casos suspeitos, será a de, a partir desta quarta-feira (25), mudar o status da informação recepcionada no Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) do estado. A partir de agora, os CIEVs municipais terão a autonomia de notificar oficialmente os novos casos suspeitos.

“Até aqui os CIEVs municipais notificavam o CIEV estadual e nós fazíamos uma triagem dos casos notificados para trazer para o relatório e fazer essa publicação”, explicou o secretário. Segundo Gilberto, com o aumento de casos suspeitos, fica tecnicamente inviável fazer esta triagem e, por isso, os próprios municípios vão definir o que se enquadra como caso suspeito, e o governo vai admitir todos os casos que os municípios repassarem.

Além disso, o secretário afirmou que não haverá mais condições de testar todos os casos suspeitos e, por isso, os testes serão reservados para casos graves, que demandem unidade hospitalar, e para os profissionais da saúde, que devem ser protegidos e, se infectados, devem se retirar do ambiente hospitalar.

Mato Grosso tem atualmente sete casos confirmados e 269 casos suspeitos do novo coronavírus. Todos são de pessoas entre 31 e 50 anos, e já acontece transmissão comunitária no estado.

O número de casos suspeitos por cidade é de:

Água Boa 1

Alta Floresta 5
Alto Taquari 1
Araputanga 1
Aripuanã 4
Barão de Melgaço 1
Barra do Bugres 2
Barra do Garças 7
Brasnorte 5
Cáceres 2
Campo Novo do Parecis 10
Campo Verde 7
Campos de Júlio 1
Castanheira 3
Colíder 1
Comodoro 5
Confresa 1
Cotriguaçu 1
Cuiabá 42
Glória D’Oeste 2
Guarantã do Norte 2
Guiratinga 1
Ipiranga do Norte 1
Itiquira 0 Juara 1
Juína 2
Juruena 1
Lucas do Rio Verde 5
Vila Bela da Santíssima Trindade 1
Matupá 3
Nossa Senhora do Livramento 1
Nova Mutum 3
Nova Olímpia 1
Nova Xavantina 1
Novo Mundo 1
Paranaíta 2
Paranatinga 7
Pedra Preta 3

Poconé 1
Pontes e Lacerda 6
Porto Estrela 1
Poxoréu 1
Primavera do Leste 5
Querência 1
São José do Rio Claro 5
Rondonópolis 27
Rosário Oeste 4
Santo Antônio do Leverger 1
Sapezal 3
Sinop 22
Sorriso 5
Tabaporã 2
Tangará da Serra 16
Terra Nova do Norte 1
União do Sul 1
Várzea Grande 29
Vila Rica 1
Nova Monte Verde 1
Município Não Informado 1

Total Geral 269

Próximo

Credenciamento de laboratórios e mudanças no sistema de notificação devem acelerar confirmações de coronavírus em MT