Decisão Judicial autoriza sacríficio de 320 aves silvestres em Sorriso

Uma decisão judicial na tarde desta quarta-feira (06-09) levou ao sacrifício de 320 aves silvestres em Sorriso. As aves haviam sido apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e levadas para uma clínica local. A decisão autorizou o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (INDEA) a realizar o abate dos animais, parte dos quais é de origem estrangeira. Isso ocorreu em meio a um período de alerta por questões de vigilância sanitária.

O delegado da Polícia Judiciária Civil, Dr. Eugenio Rudy explicou: “É importante deixar consignado que existe um procedimento apuratório. A PRF apreendeu um cidadão e o conduziu à delegacia com essas aves. Até o momento, não haviam sido identificadas e pedimos a identificação das aves. Estamos com o inquérito em trâmite e tomamos conhecimento do abate dos animais. Viemos então nos inteirar dos motivos deste abate para podermos concluir este inquérito policial”.

Embora a clínica tenha se oferecido para manter os animais alojados por 180 dias, aguardando o período de quarentena, as aves acabaram sendo sacrificadas de acordo com a ordem judicial.

A zootecnista Karine, proprietária da clínica, expressou tristeza com o ocorrido, afirmando: “Quando existe uma ordem de órgãos, temos que obedecer. Eu e a Dra. Lilian, que é a responsável pela parte dos animais silvestres, chegamos ao consenso de que cuidaríamos destes animais para que passassem pelo vazio sanitário. Mas a decisão final não é nossa”.

A decisão judicial e o sacrifício das aves levantaram questionamentos e preocupações sobre a conservação da fauna silvestre e as medidas de vigilância sanitária. A comunidade local e organizações de proteção animal expressaram sua consternação diante do desfecho, destacando a importância de encontrar soluções alternativas para lidar com situações semelhantes no futuro.

galeria de imagens

Veja também

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Sorriso registra índice de infestação do Aedes Aegypti acima do tolerável

Prefeitura de Sorriso convoca Agentes de Combate a Endemias aprovados em 2022

Ministério da Saúde vai enviar vacinas contra dengue para mais 29 municípios

Programa “A Voz do Povo” recebe Dra. Juliana Siqueira para falar sobre a campanha Fevereiro Roxo e o Alzheimer

SAMU de Sorriso recebe avaliação positiva do representante do Ministério da Saúde durante visita técnica