Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Ouça a melhor programação todos os dias. Sintonize 99,1 Sorriso FM - Do jeito que você gosta!

Política

Deputados da CPI da Energisa pedem apoio técnico do Ipem-MT

Em visita técnica realizada na manhã de segunda-feira (2), na sede do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT), deputados membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa, que apura possíveis irregularidades praticadas pela concessionária de energia, conheceram a metodologia de trabalho aplicada na aferição dos equipamentos que medem o uso de energia elétrica das unidades consumidoras.

O presidente da CPI, deputado Elizeu Nascimento (DC), afirmou que a comissão parlamentar vai fazer uma parceria com o Ipem-MT e com a Polícia Militar para acompanharem in loco a retirada dos relógios das unidades consumidoras que serão indicadas pela CPI, para o Ipem fazer a aferição dos aparelhos.

Hoje, segundo Elizeu Nascimento, a retirada do equipamento fica sob a responsabilidade apenas da Energisa. A concessionária retira e lacra o relógio e, ainda, faz o transporte do equipamento até o órgão fiscalizador. “A CPI não aceita que a Energisa faça isso sozinha”, disse.

O parlamentar disse que a CPI está em busca de transparência e que confia nos trabalhos realizados pelo Ipem-MT. “O Ipem tem feito um trabalho sério. Em Rondônia, por exemplo, o instituto faz um trabalho similar e lá a aferição constatou que houve um aumento de 40% de vícios na tarifa de energia elétrica. Por isso, depositamos total confiança no Ipem de Mato Grosso”, disse.

Das mais de cinco mil denúncias que chegaram à CPI, Nascimento afirmou que a comissão deve analisar, nos próximos dias, quantas unidades consumidoras serão aferidas pelo Ipem. “Já tomamos a decisão de encaminhar alguns relógios para o instituto. A seleção será feita de forma técnica. Isso deve ser feito ainda em dezembro de 2019, para que o Ipem comece os trabalhos. A princípio, a aferição será feita nas unidades consumidoras da baixada cuiabana e depois estender para todo o estado”, disse.

O presidente do Ipem-MT, Bento Francisco Bezerra, afirmou que a coleta dos medidores com algum tipo de problema de aferição é feita pela concessionária de energia e não pelo instituto. Segundo Bezerra, a retirada do padrão pela Energisa atende a norma da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Propaganda. Role para continuar lendo.

“A concessionária tira o padrão do poste, fecha o invólucro e coloca o selo, garantindo que o produto saiu e chegou intacto até o Ipem. Ela notifica o consumidor dando ciência de que o padrão será encaminhado ao instituto, por exemplo, com o número do lacre”, afirmou Bezerra.

Com o produto em mãos, de acordo com Bezerra, o Ipem verifica se não houve violação do equipamento e dentro do horário marcado. Depois de feita essa análise, o relógio medidor será verificado pelos técnicos do Ipem. “Hoje, a nossa capacidade é para analisar apenas 10 unidades por vez. A bancada tem apenas uma unidade para fazer a aferição”, disse.

Questionado se o consumidor pode fazer a denúncia diretamente ao Ipem, Bezerra afirmou que sim. “Hoje, o consumidor não faz a denúncia, mas ele pode fazê-la pelo telefone 3224-8785. Vamos orientá-lo para que o cidadão informe também à Energisa para que ela possa fazer a retirada dessa unidade consumidora. O Ipem não tem essa expertise e nem condições técnicas para retirar o equipamento quando está ligado à rede de energia elétrica”, disse.

De acordo com Bezerra, o Ipem verificou em 2019, até o dia 27 de novembro, cerca de 9.701 medidores, desse total 3.525 foram aprovados e 6.176 foram reprovados. “Do total de 6.176, dez foram contra o consumidor, e 6.166 medidores contra a concessionária”, disse.  

O relator da CPI, deputado Carlos Avallone (PSDB), disse que vai solicitar o apoio de um professor de estatística da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para ajudar na formulação de uma proposta para a averiguação de alguns medidores suspeitos de vícios.

“O Ipem se comprometeu em fazer 10 vistorias por dia, o que dá 200 medidores analisados a cada mês. Isso é suficiente para que seja feita uma avaliação do que está acontecendo com os medidores. Isso é uma das ações que estamos fazendo na CPI”, explicou.

Avallone não descartou a possibilidade de os trabalhos da CPI serem prorrogados por mais 180 dias. “O Ipem não vai fazer perícia nos cinco mil medidores que a CPI já contabilizou e que estão com vícios. Mas se os primeiros que forem averiguados e tiverem números altos, a demanda pode aumentar e, por isso, os trabalhos da CPI podem ser prorrogados”, disse.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Destaque

Na noite deste sábado (11-07) aconteceu uma colisão entre dois veículo no cruzamento entre as Avenidas Flaboyants e Imigrantes no jardim Aurora em Sorriso....

Destaque

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente 514,15 kg de substancia análoga à maconha, em ação de combate ao narcotráfico pela Operação Portas Fechadas,...

Destaque

Em Tangará da Serra (239 km de Cuiabá), policiais militares usaram a música para se aproximar de uma criança, a pequena Grabriela, de 4...

Destaque

Um escrivão da Polícia Civil morreu em decorrência da Covid-19 na manhã deste sábado (11) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará...

Destaque

Na manhã deste sábado (11-07) uma motociclista que trabalha com entrega de medicamentos ficou ferida em um acidente registrado a Avenida Tancredo Neves esquina...

Propaganda

Curta a nossa página

+ Mais notícias

Destaque

Lucas Vinicius da Costa de 25 anos popular “Tomate”que foi morto a tiros na Rua Passo Fundo no São Mateus é suspeito de ter...

Sticky Post

Lucas Vinicius da Costa de 25 anos popular “Tomate” foi assassinado a tiros no inicio da tarde desta quarta-feira (08-07) na Rua Passo Fundo...

Geral

O estupro de uma menina de apenas 5 meses foi descoberto na última segunda-feira (06) em Nova Mutum. O crime chocante foi exposto após o bebê passar...

Destaque

Na manhã dessa quarta-feira (08/07) um homem de aproximadamente 43 anos de idade foi encontrado morto em uma residência na Rua Carazinho. Segundo informações,...

Destaque

Na madrugada deste sábado (11-07) um homem deu entrada na Unidade de Ponto Atendimento de Sorriso após ter aproximadamente 25¢ do corpo queimado. Segundo...

A Voz do Povo

Um bebê de 9 meses de idade morreu em Cuiabá esta manhã com suspeita de coronavírus. A informação foi confirmada por uma fonte da...

Destaque

Dois indivíduos foram presos após um assalto a um posto de combustíveis no distrito de Primaverinha na noite desta sexta-feira (10-11). Os bandidos chegaram...

Propaganda