Deputados Federais de MT assinam pedido de impeachment de Lula devido a declarações sobre Israel

Um grupo de deputados federais, composto por Abilio Brunini, Amalia Fernandes, José Medeiros, coronel Fernanda (PL) e coronel Assis (União), assinou um pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A iniciativa surge em resposta aos comentários feitos por Lula no último domingo, nos quais ele criticou a atuação de Israel, classificando-a como “ação genocida” em resposta aos ataques sofridos pelo país.

Durante seu pronunciamento, Lula comparou os acontecimentos na Faixa de Gaza aos horrores do Holocausto, afirmando que o que estava acontecendo com o povo palestino não tinha precedentes na história, exceto quando Hitler resolveu exterminar os judeus.

As declarações de Lula geraram uma resposta imediata do governo de Israel, que cobrou retratação, mas não obteve desculpas do presidente brasileiro. Em retaliação, Israel considerou Lula “persona non grata”.

Os deputados que subscrevem o pedido de impeachment argumentam que as declarações de Lula configuram “crimes de responsabilidade contra a existência política da União”. Citam especificamente o item 3 da lei 1.076, que se refere a cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra ou comprometendo sua neutralidade.

A autora do pedido é a deputada Carla Zambelli (PL-SP), que afirmou em uma coletiva de imprensa que “Lula cometeu crime de responsabilidade”. A previsão é que o pedido seja entregue ainda hoje ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (AL). O desdobramento dessa iniciativa promete acirrar os debates políticos no país nos próximos dias.

Veja também

Nelson Barbudo deve assumir cadeira de Amália Barros na Câmara dos Deputados

Vice-governador Otaviano Pivetta assume governo durante viagem de Mauro Mendes aos EUA

Senado aprova novo seguro obrigatório para veículos com votação apertada

Condenado por duplo homicídio foge da prisão em Sinop

Campanha usa título de eleitor gigante para chamar jovens para votar

Pré-candidata à prefeita de Sorriso, Kátia Rossato é entrevistada pela Sorriso FM