Diretor-presidente da Nova Rota do Oeste destaca início imediato das obras de manutenção na BR-163

O diretor-presidente da Nova Rota do Oeste, Luciano Uchoa, destacou durante participação no podcast MT Conectado, do Governo de Mato Grosso, que as obras de manutenção na BR-163 tiveram início imediato com equipes nas pistas para recuperação do asfalto e outros serviços que trarão melhorias para o usuário e municípios cortados pela via.

O trecho entre Jaciara e Rondonópolis da BR-163 está recebendo recuperação do asfalto e revitalização da sinalização horizontal. O diretor-presidente ressaltou que, ainda no período seco de 2023, o Governo de Mato Grosso fará mais investimentos neste trecho da rodovia para que motoristas viagem com tranquilidade no período de chuvas.

Conforme Luciano Uchoa, dentro do contrato de concessão esse trecho foi duplicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e depois de finalizado deveria ter sido entregue à concessionária. Agora, com a troca de controle da concessão, a entrega aconteceu. “Para as obras nesse trecho tem que ser feito um projeto chamado de adequação de parâmetros para apresentar à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que aprovará a realização dos investimentos necessários”, destacou.

O diretor-presidente Uchoa ainda frisou que todos os 440 quilômetros da BR-163 entre Cuiabá e Sinop terão o pavimento recuperado até o fim deste ano. Com investimentos do Governo de Mato Grosso de R$ 200 milhões para a recuperação da pista simples, a Nova Rota do Oeste está com cinco frentes de trabalho na rodovia: uma na Rodovia dos Imigrantes, duas no trecho do Trevo do Lagarto até Rosário Oeste, e duas no trecho Norte.

“As frentes mobilizadas vão trabalhar durante todo o período seco.  Nós iremos recuperar as pistas simples de Cuiabá até Sinop. Neste momento pedimos ao usuário da rodovia que tenha um pouco de paciência e cautela, há muito tempo não havia esse tipo de investimento e essas obras trarão muitos benefícios”, destacou Uchoa.

Em uma iniciativa inédita no Brasil, o Governo de Mato Grosso assumiu a administração da BR-163 no início deste mês. Uchoa explicou que a concessão continua federal, e a empresa continua a mesma – Rota do Oeste, agora Nova Rota do Oeste –, assim como toda a equipe. O que mudou foi o acionista controlador da empresa, que passa a ser o Governo de MT. A solução inédita foi pensada pelo Estado para retomar os investimentos na rodovia, uma vez que o acionista anterior não tinha mais condições para manter os projetos de melhoria assumidos no contrato.

“A diferença agora é que temos recursos para poder recuperar as obras de duplicação da rodovia. Acho que é o grande anseio da população, tanto do usuário da rodovia quanto das cidades que são cortadas pela rodovia, para que a gente tenha uma condição melhor de escoamento da produção agrícola que é tão importante dentro de Mato Grosso e do Brasil”, frisou o diretor-presidente.

Uchoa ainda ressaltou que as primeiras obras realizadas pelo Governo de Mato Grosso para a duplicação da BR-163 serão no trecho entre o Posto Gil e Nova Mutum e a previsão é que já comecem no primeiro semestre de 2023.  “A licitação para a primeira etapa de duplicação está em andamento e esperamos, até o fim deste mês, ter uma posição já sobre ela. Começaremos as obras por este trecho porque é o mais crítico. É onde temos um degrau elevado”, destacou.

Veja também

Sorriso: veículos colidem em cruzamento movimentado na região central da cidade

Associação dos Feirantes Rota do Sol anuncia a 1ª Feira de Veículos Usados e Seminovos em Sorriso

Sorte bate à porta de apostadores de Sorriso e Aripuanã na Mega-Sena

Sorriso inicia o calendário esportivo de 2024 com o tradicional Festival da Praça da Juventude

Exposição “Feminiliart – Mulheres em tela” celebrará o Mês Internacional da Mulher

Sorriso: três motocicletas são removidas e dois conduzidos por direção perigosa no Distrito de Primavera