Dois PMs são procurados por envolvimento em mortes de moradores de rua em Rondonópolis

O comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Alexandre Mendes, confirmou, por meio de nota oficial, que dois policiais militares estão sendo procurados devido ao envolvimento no ataque que resultou na morte de dois moradores de rua na madrugada da última quarta-feira (27), em Rondonópolis.

Morreram no local Odinilson Landvoigt de Oliveira, 41 anos, e Thiago Rodrigues Lopes, de 37 anos. Foram socorridos William Pereira de Oliveira Filho, de 25 anos, e Oziel Ferle da Silva, de 35 anos. Ambos estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Na declaração, o coronel Mendes expressou seu desgosto diante da situação e destacou que, embora a esmagadora maioria dos policiais militares realize um trabalho honrado, é crucial enfrentar e responsabilizar uma minoria que mancha a instituição.

“Ao tomar conhecimento da participação de dois policiais militares nos bárbaros homicídios em Rondonópolis dias atrás, nosso sentimento é de desgosto e zelo pela tropa que não se confunde com tais práticas”, afirmou o comandante.

Todas as providências disciplinares estão sendo tomadas para responsabilizar os envolvidos, conforme anunciado na nota oficial. A Polícia Civil informou que o ataque ocorreu quando ocupantes de uma Land Rover verde escuro atiraram contra quatro moradores de rua. Dois deles, identificados como Odinilson Landvoigt de Oliveira, de 41 anos, e Thiago Rodrigues Lopes, de 37, perderam a vida, enquanto os outros dois ficaram feridos e passaram por procedimentos cirúrgicos.

A identificação e localização dos policiais militares envolvidos estão sendo prioridades das autoridades para que sejam responsabilizados judicialmente. O caso está sendo tratado com a seriedade que merece, e a comunidade aguarda por justiça diante desse trágico episódio.

Leia a nota na Íntegra:

“Exaltar como fazemos o trabalho honrado da esmagadora maioria de policiais militares não nos poupa o dever, em ocasiões como esta, de constatar a existência nefasta de uma minoria que conspurca a farda que enverga. Ao tomar conhecimento da participação de dois policiais militares nos bárbaros homicídios em Rondonópolis dias atrás, nosso sentimento é de desgosto e zelo pela tropa que não se confunde com tais práticas. Dessa forma, temos a informar que a PMMT toma desde já todas as providências na direção de responsabilizar os envolvidos em sede disciplinar. Ressaltamos ademais que ambos foram devidamente identificados, e que, nesta hora, a investigação da Polícia Civil conta irrestritamente com todo nosso apoio. Por fim, assevero que a Corregedoria da PMMT através dos procedimentos cabíveis dará a pronta resposta à sociedade mato-grossense, em vista da Vida, bem-maior que defendemos e dos policiais militares que fazem jus a esse propósito.”

Alexandre Mendes – Cel PM

Comandante-Geral da PMMT

 

Veja também

Sorriso: motorista é preso pela PRF com carga de cigarro contrabandeado do Paraguai 

Três homens foram localizados em uma residência, com as mãos e pés amarrados

Polícia Militar recupera veículo em menos de 20h após assalto

Armazém de grãos é consumido pelo fogo durante madrugada em Sorriso

Suspeito de participar de tripla tentativa de homicídio é preso pela Rotam

Colisão na BR-163 deixa duas crianças e casal feridos