Sorriso: escolas municipais adotam formato de ensino integral

Mesmo não sendo tão popular no Brasil, a maioria das pessoas já ouviu falar das escolas em período Integral que nada se compara aos e internatos de antigamente. A correria do dia a dia e pais trabalhando boa parte do dia, o ensino em período integral é uma grande possibilidade de deixar as crianças com ocupações por mais tempo e em segurança.

A Prefeitura de Sorriso, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), vem implantando o ensino em tempo integral, modalidade contemplada no Plano Nacional de Educação e também no Plano Municipal de Educação e foca na recuperação da defasagem escolar.

Atualmente são 04 unidades da rede municipal com esse formato, uma na sede do município e outras três no interior. Sendo a Escola Geni Terezinha Forgiarini, localizada no Bairro União e atende 172 alunos do maternal I ao 4° ano, das 7 às 16 horas; Escola Municipal Maria Teresa Paloschi, localizada na comunidade Santo Antônio do Morocó e atende 29 alunos da PRÉ- escola I ao 2° ano do ensino fundamental, das 10 às 18 horas; Escola Municipal Matilde Luiza Zanatta Gomes, localizada no Assentamento Jonas Pinheiro ( Poranga) atende 102 alunos da Pré-escola I ao 5° ano, das 7 às 15 horas; Escola Municipal Caravagio, localizada no Distrito de Caravagio, atendendo 167 alunos do maternal II ao 9° ano, das 7 às 16 horas.

De acordo com a coordenadora das escolas de tempo integral, Iluir Lorensetti Tiecher, a carga horária e a Matriz Curricular são flexíveis e coerentes com a realidade e as necessidades dos estudantes e da comunidade, em que a escola está inserida. “A ampliação da jornada tem por objetivo a oferta de um currículo mais significativo aos estudantes, integrando a formação básica a outros conteúdos e experiências, garantindo a melhoria da aprendizagem em todas as áreas do conhecimento. “Além da Matriz Curricular obrigatória, também são oferecidas atividades complementares: robótica, educação financeira, meio ambiente, empreendedorismo, música, jogos pedagógicos, contação de histórias, informática e capoeira”, concluiu a coordenadora.

Segundo a secretária de Educação, Lúcia Drechsler, o sistema integral vem sendo implantado há dois anos no município. “Iniciamos o projeto piloto com a escola do Bairro União, na Escola Municipal Professora Geni Terezinha Forgiarini, depois na Escola Municipal Matilde Luiza Zanatta Gomes, no assentamento Jonas Pinheiro, onde os resultados foram muito bons. Em 2023, ampliamos o ensino integral para mais duas escolas, nos distritos de Caravagio e Morocó”, Completa Lucia.

Veja também

Aparelho de som é apreendido e duas são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Homem é baleado no Jardim Carolina e é socorrido ao Hospital Regional de Sorriso

Sorriso: corpo de homem carbonizado é encontrado dentro de veículo

Ex-padrasto de vítima de estupro é preso após ameaçar mãe da criança para não denunciar crime