Polícia Saúde

Escrivão internado há mais de um mês com Covid-19 morre em MT

Por: G1/MT Publicado em 11/07/2020

Um escrivão da Polícia Civil morreu em decorrência da Covid-19 na manhã deste sábado (11) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. Celso Luiz Ferreira, 58 anos, estava internado há mais de um mês e, na última semana, teve outras complicações causadas pela doença.

Celso era servidor da Polícia Civil de Mato Grosso há cerca de 18 anos. Ele atuava no plantão da 1ª Delegacia de Tangará da Serra.

O cortejo com o corpo de Celso Ferreira saiu direto da UPA para o cemitério municipal, acompanhado por colegas, amigos da Polícia Civil e familiares do escrivão — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O cortejo com o corpo de Celso Ferreira saiu direto da UPA para o cemitério municipal, acompanhado por colegas, amigos da Polícia Civil e familiares do escrivão — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O investigador e líder de equipe na 1ª Delegacia de Tangará, Valmir Castrillon, disse que trabalhou com Celso desde que foi para a unidade policial.

“Um servidor sempre disposto a ajudar os colegas. Era uma pessoa extremamente competente e dedicada, muito humano e um pai de família exemplar. Foi uma honra conhecer e poder trabalhar com ele”, ressaltou.

A assessoria da polícia informou que, devido às restrições sanitárias, não ocorreu velório do escrivão. O cortejo com o corpo de Celso Ferreira saiu direto da UPA de Tangará da Serra para o cemitério municipal, acompanhado por colegas, amigos da Polícia Civil e familiares do escrivão.

Em nome da diretoria da Polícia Civil, o delegado-geral Mário Dermeval lamentou a perda do profissional.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, o município de Sorriso deveria montar leitos de UTI?