Família descobre que corpo da mãe foi trocado ao abrir caixão em MT

Uma família de Santa Cruz do Xingu, a 994 km de Cuiabá, descobriu que o corpo da mãe, Raimunda da Silva, 59 anos, havia sido trocado ao abrirem o caixão para o velório na manhã desta terça-feira (17).

Segundo a filha da vítima, Ana Paula Silva, a mãe estava internada no Hospital Geral em Cuiabá e morreu no domingo (15). Ela estava sendo acompanhada pelo filho, Sebastião da Silva, mas a funerária afirmou que a presença dele não seria necessária para os trâmites.

“Quando a gente abriu o caixão era outro corpo. Ela estava no Hospital Geral, tinha câncer. No entanto, meu irmão ficou para cuidar do translado, mas não deixaram. E o corpo dela foi parar em Pontes e Lacerda”, afirmou.

Segundo a família, a funerária já fez a remoção do corpo trocado, mas ainda não tem previsão para que chegue em Santa Cruz do Xingu. O velório será na Igreja Madureira, no Centro da cidade.

Em nota, o Hospital Geral informou que no caso de retirada de corpo, o paciente é duplamente identificado por etiquetas colocadas no corpo “com informações claras para facilitar esse procedimento pelo agente funerário”.

“Neste caso, esses procedimentos foram seguidos pela equipe do HG, porém não houve o mesmo cuidado do serviço funerário, a quem cabe a conferência final antes da retirada do corpo”, diz a nota.

Contudo, a gerente da funerária, Osvair Marcos da Silva, disse que foi um erro do hospital.

“O funcionário do hospital é quem entrega o corpo. São apresentados os documentos e a pessoa que entrega para funerária. Me parece que aconteceu dois óbitos na mesma data no hospital, de Santa Cruz e de Pontes e Lacerda. A documentação foi entregue corretamente, mas o corpo foi de outra pessoa”, informou.

Ele ainda explicou que, por causa da distância entre as cidades, não há como dizer quando o corpo de Raimunda vai ser entregue aos familiares em Santa Cruz do Xingu.

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

CRIANÇA REFEM

Homem é preso após tentar matar esposa e fazer filha de 9 meses refém

INDEA MT

Governo de MT publica nomeação de 111 aprovados no Indea

Beatriz quatto

Sorriso: Prefeitura decreta luto de 3 dias por morte de empresária Beatriz Alves

Orlalto-prefeito-de-Pedra-Preta-morto-em-agosto-2022-re

Prefeito de cidade Mato-grossense morre de câncer; autoridades expressam pesar

ciopaer leva paciente

Avião do Ciopaer leva paciente de Mato Grosso para transplante de rim no Paraná

asr sorriso

ASR Sorriso retoma projeto Costurando Amizade oferecendo curso gratuito de corte e costura