Feminicídio em Lucas do Rio Verde: Ex-marido é indiciado após confissão do crime

Novos desdobramentos surgem no caso do assassinato que abalou Lucas do Rio Verde, com o indiciamento por feminicídio após a confissão do homicídio de Francisca Alves Nascimento, de 35 anos, ocorrido em 15 de janeiro. O inquérito, assinado pela delegada Ana Caroline Mortoza Lacerda, do Núcleo de Defesa da Mulher, foi encaminhado às autoridades competentes na semana passada.

Segundo informações da delegada, o indiciamento se dá pela acusação de homicídio qualificado, configurando-se como feminicídio, em decorrência da violência doméstica. O inquérito agora segue para análise da Justiça e do Ministério Público.

O suspeito, durante sua prisão, alegou à polícia motivação relacionada a uma suposta traição e término de relacionamento com a vítima. Testemunhas afirmam que o homem demonstrou frieza ao confessar o crime, sem demonstrar arrependimento.

Francisca Alves Nascimento foi brutalmente atacada, conforme registros de câmeras de segurança, em um momento em que tentava se defender do agressor. Os ferimentos graves a levaram a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, porém, não resistiu aos ferimentos e faleceu ao chegar ao Hospital São Lucas.

O acusado, em interrogatório, admitiu ter enganado uma das filhas da vítima para atrair Francisca e cometer o crime.

Veja também

Polícia Civil prende no sul do estado homem que assassinou colega de trabalho e ateou fogo à vítima

Sorriso: homem que invadiu casas usando chave mixa é preso em flagrante trabalhando em obra

Polícia Militar de Ipiranga do Norte realiza grande apreensão de drogas pela segunda semana consecutiva

Sorriso: mulher é presa por exploração sexual de adolescente durante campanha Maio Laranja

Homem é preso por agredir e torturar ex-esposa por 12 horas

Polícia Civil de Tapurah deflagra nova etapa da Operação Erga Omnes contra o tráfico de drogas