Feriado prolongado tem três mortes e 17 acidentes nas rodovias federais em MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Três pessoas morreram e 17 acidentes foram registrados durante o feriado prolongado, entre sexta-feira (15) e domingo (17), nas rodovias federais do Estado de Mato Grosso (MT) conforme levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Conforme informações da PRF, três acidentes graves fora registrados sendo dois deles na BR-364 e um na BR-070.

A primeira ocorrência foi registrada quando o motorista de um caminhão morreu após ser esmagado pela carga que transportava. Conforme informações, o condutor perdeu o controle da direção após o veículo perder o freio. A carreta caiu em uma valeta às margens da BR-364, na região da Serra de São Vicente. O motorista morreu no local. Na mesma ocorrência, o médico que trabalhava no socorro do motorista morreu após ser atingido por um caminhão que também perdeu o freio.

Já a 3ª ocorrência aconteceu na BR-070 onde um caminhão boiadeiro enroscou em uma rede elétrica que estava baixa e o caminhão pegou fogo. O motorista também morreu na hora.

Ainda conforme informações da Polícia, houve outras 14 ocorrências sem vítimas fatais onde os acidentes foram ocasionados por excesso de velocidade, sono e falta de infraestrutura na pista, que não tem suporte para tanto fluxo de veículos pesado.

Resumo da Operação

Durante o período da Operação Semana Santa, a Polícia Rodoviária Federal intensificou as fiscalizações nas rodovias federais do estado do Mato Grosso. Com foco na promoção da segurança viária, foram realizadas várias ações em pontos estratégicos, visando reduzir os índices de acidentes e criminalidade.

Apesar do número de acidentes ter sido o mesmo, houve uma redução de 70% do número de acidentes envolvendo pessoas feridas. No total foram registrados 14 acidentes, 5 pessoas ficaram feridas e três vítimas fatais.

Neste ano de 2022, foram fiscalizados 2.570 pessoas e 2.240 veículos, um aumento de aproximadamente 200% em relação ao mesmo período do ano passado.

Devido a intensificação das ações, foram inúmeros os flagrantes de desrespeito às leis de trânsito e imprudência; dentre as infrações mais cometidas destacam-se: 28 casos condutor sem utilizar o cinto de segurança, 23 casos de embriaguez ao volante, e ultrapassagens indevidas com 74 autos de infração, sendo essa ainda a principal desobediência cometida.

As principais infrações de trânsito flagradas pelos policiais ainda são as que tem maior gravidade e podem resultar em acidentes com vítimas fatais.

Além das fiscalizações voltadas para a segurança no trânsito, a PRF atuou no combate à criminalidade, cumprindo mandados de prisão, recuperando veículos roubados/furtados, detendo pessoas por porte ilegal de arma de fogo e combatendo o tráfico de drogas, com destaque para esse último, um total de 969 kg de drogas apreendidas durante os quatro dias da operação.

Isso demonstra a efetividade dos procedimentos de fiscalização e a importância do trabalho desenvolvido pela PRF.

 

 

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

pracadepedagio

Concessionária que administra BR-163 arrecadou R$ 2,9 bilhões em pedágio; apenas 26,5% da obra de duplicação em MT foi executada

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresenta realizações e investimentos. Entre eles, a aeronave Koala, um helicóptero de última geração para atuação no combate ao crime e resgates

PRF registra apreensão recorde de cocaína em 2021

thumb__1280_0_0_0_auto - 2022-05-18T150258.984

Prefeitura realiza abordagem social e entrega cobertores à população em situação de rua

acidente-onibus-carreta-BR-163-Sinop-Sorriso-maio-2022-SN-Lucas-990x556

Mortos em acidente com ônibus serão sepultados em Sinop, Mutum, Cuiabá, Água Boa, Pontes e Lacerda

LUTO site

Politec lamenta falecimento de papiloscopista em acidente com ônibus na BR-163

mpsorriso

Prejuízo de 8 milhões: secretários são denunciados em ação do MPE por suposta fraude contra a Prefeitura de Sorriso