Governador de Mato Grosso atribui violência à “guerra entre facções”

Após a divulgação de números de assassinatos e outros crimes em estudo do Fórum Brasileiro da Segurança Pública, o governador Mauro Mendes (UNIÃO) se pronunciou sobre a situação, destacando que em Mato Grosso há uma verdadeira “guerra entre facções”, onde “bandido está matando bandido”.

Mendes reafirmou que, enquanto não houver mudanças no arcabouço jurídico, as leis brandas impedirão o combate efetivo ao crime, tornando o Estado incapaz de solucionar o problema.

O governador ressaltou que o governo está agindo diariamente e realizando operações para combater as facções criminosas, resultando em diversas prisões. No entanto, ele também enfatizou que as leis brasileiras são consideradas frouxas para combater o crime e que, ao longo dos últimos 40 anos, os indicadores têm mostrado uma piora na segurança pública. De acordo com Mauro Mendes, essa falta de rigidez nas leis dificulta o trabalho das autoridades e contribui para que a violência persista, sendo comparada a “enxugar gelo”.

Conforme um estudo realizado pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública, somente em 2022, Mato Grosso registrou exatas 1.072 mortes violentas. Esse número representa um aumento de 20% em relação ao ano anterior, quando foram contabilizadas 889 ocorrências. É importante destacar que o estado de Mato Grosso é o que apresentou a maior taxa de crescimento nesse indicador.

 

Veja também

Tayane Cáttely é a primeira entrevistada da série Semana da Mulher na Voz do Povo

Operação Hígia: Guarda Civil Municipal de Sorriso intensifica a fiscalização e recolhimento de veículos abandonados

Sorriso: gerente de empresa é preso por suposto desvio financeiro e lavagem de dinheiro

Corpo é encontrado em plantação de milho em Lucas do Rio Verde ; PJC investiga

Boa Esperança do Norte: homem é detido com garrucha após denúncia de que teria incendiado residência

Diamond Park: inovando o Conceito de Moradia em Sorriso