Governador vai a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde assinar concessão de ferrovia estadual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Mauro Mendes (DEM) assinará, na proxima segunda-feira, a concessão para a empresa RUMO iniciar a construção da ferrovia estadual, de Rondonópolis a Cuiabá e Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, idealizada pelo governador, no primeiro semestre, para expandir a malha ferroviária e fortalecer a logística de Mato Grosso no transporte de grãos.

Serão três solenidades. A primeira será pela manhã, no Palácio Paiaguás. Às 15h, Mauro estará em Nova Mutum e assinará a concessão do trecho até Mutum. A solenidade será no centro de eventos Casarin, com o prefeito Leandro Félix e demais lideranças políticas. O governador vai a Lucas do Rio Verde, às 18h, onde assina a concessão para o trecho final da concessão. O local da solenidade está sendo definido conjuntamente com a prefeitura.

O resultado da chamada pública, que teve a RUMO como única participante, foi confirmado na semana passada. A empresa apresentou plano de R$ 12 bilhões para construir 730 km de trilhos e cerca de 60 pontes, além dos terminais de cargas.

Em Nova Mutum, por exemplo, a RUMO adquiriu 1,1 mil hectares para construir o terminal rodoferroviário. A área fica a cerca de 15 km de 163 e deve ser construído terminal de cargas e de pátio de manobra dos trens. A obra do terminal deve começar em janeiro do ano que vem e a previsão inicial é até 2028 chegarem os trilhos a Mutum. Cuiabá e Lucas também terão terminais.

Em Rondonópolis, a RUMO tem o maior terminal de grãos da América Latina que são armazenados e transportados, pela Ferronorte, até São Paulo e exportados.