Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Ouça a melhor programação todos os dias. Sintonize 99,1 Sorriso FM - Do jeito que você gosta!

Destaque

Governo reajusta em 4,48% aposentadoria acima do mínimo; teto sobe para R$ 6.101,06

Reajuste tem como base a variação do INPC no ano anterior, anunciado na sexta-feira (11) pelo IBGE, e também tem reflexo na tabela de contribuição ao INSS.

O governo federal oficializou nesta terça-feira (14) o reajuste de 4,48% para aposentados e beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem acima de 1 salário mínimo, de acordo com portaria do Ministério da Economia publicada no “Diário Oficial da União”.

Com a oficialização do reajuste, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06 a partir de janeiro de 2020.

Pela legislação federal, o índice de reajuste do benefício de aposentados e pensionistas que recebem valor superior ao do salário mínimo é definido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

Em 2019, o INPC ficou em 4,48%, conforme divulgou na sexta-feira (10) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“A partir de 1º de janeiro de 2020, o salário de benefício e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.039,00, nem superiores a R$ 6.101,06”, fixa a portaria.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Pela lei, aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS não podem ser inferiores a 1 salário mínimo.

Neste ano, o reajuste concedido foi maior que o do salário mínimo, que em 2020 aumentou 4,1%, passando de R$ 998 para R$ 1.039, não repondo a inflação do ano passado. Para definir o valor de R$ 1.039, o governo usou a previsão do mercado financeiro para o INPC, que, no entanto, acabou ficando acima do previsto.

Segundo o Blog do Valdo Cruz, o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve propor nesta terça-feira ao presidente Jair Bolsonaro ajuste na medida provisória que fixou o valor do salário mínimo de 2020 em R$ 1.039. A ideia é aumentar o valor, para repor a inflação. A decisão final, segundo interlocutores de Guedes, é politica e será do presidente.

Alíquotas de contribuição ao INSS

O reajuste também se reflete na cobrança da contribuição dos trabalhadores para o INSS. Para empregados com carteira assinada, domésticos e trabalhadores avulsos, a alíquota passa a ser:

de 8% para quem ganha até R$ 1.830,29

de 9% para quem ganha entre R$ 1.830,30 e R$ 3.050,52

de 11% para quem ganha entre R$ 3.050,53 a R$ 6.101,06

Propaganda. Role para continuar lendo.

Essas alíquotas são relativas aos salários pagos em janeiro e que deverão ser recolhidas até 29 de fevereiro.

2020 não terá dedução no IR da contribuição ao INSS de emprego doméstico

Para os pagamentos a partir de 1º de março, a tabela mudará em razão das novas regras introduzidas pela reforma da Previdência. Ficará assim:

até 1 salário mínimo (R$ 1.039,00): 7,5%

de R$ 1.039,01 R$ até 2.089,60: 9%

de R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40: 12%

de R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06: 14%

Salário-família e auxílio-reclusão

Propaganda. Role para continuar lendo.

Já a cota do salário-família passa a ser de R$ 48,62 para aqueles segurados cuja remuneração mensal não supere R$ 1.425,56.

o caso do auxílio-reclusão — benefício pago a dependentes de segurados presos —, o salário de contribuição para ter direito ao pagamento terá como limite o valor de R$ 1.425,56.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Destaque

A Agência Nacional de Mineração (ANM) repassou a 1.041 municípios brasileiros um montante de R$ 318 milhões referentes à Compensação Financeira pela Exploração Mineral...

Destaque

Um recém-nascido morreu aos 28 dias de vida após sofrer com problemas intestinais, no bairro Residencial Nilce Paes Barreto, em Cuiabá, na última terça-feira...

Geral

Morreu na manhã de hoje (5) o economista Carlos Lessa, aos 83 anos, de covid-19. A informação foi confirmada pela reitora Denise Pires de...

Destaque

Em decreto publicado nesta sexta-feira (5), o governo de Mato Grosso prorrogou a reabertura das escolas estaduais por mais 30 dias e ainda não...

Geral

Na manhã desta quinta-feira (05), a Polícia Rodoviária Federal recebeu uma denúncia  de que o veículo  I/Chevrolet Ágile, de cor preta com placas de...

Destaque

Motoristas profissionais que percorrem a BR-163/364, em Mato Grosso, terão a oportunidade de fazer gratuitamente a testagem rápida para diagnosticar a covid-19. A aplicação...

Propaganda

Curta a nossa página

+ Mais notícias

Destaque

Um empresário procurou a Sorriso FM para informar que ele e mais dois familiares, que constam dos infectados com o COVID-19 divulgados pela Secretaria...

A Voz do Povo

O vereador de Sorriso, Maurício Gomes participou do programa A Voz do Povo para falar se esteve ou não participando de uma festa com...

Destaque

Um homem de 51 anos que estava em isolamento social, após ser diagnosticado com a covid-19, cometeu suicídio na tarde dessa quarta-feira (03) dentro...

A Voz do Povo

O Promotor de Justiça, Márcio Florestan, confirmou para a Sorriso FM que firmou acordo com o Município de Sorriso e academias, bares e templos...

Geral

O procurador do Município de Sorriso, Daniel Melo, disse para a Sorriso FM que bares, academias e instituições religiosas terão que suspender atividades a...

A Voz do Povo

Mapa mostra como estão os bairros de Sorriso quanto aos números de infecção por COVID- 19. Os bairros campeões são Centro Norte e Bela...

Destaque

Um músico foi alvejado em um dos braços com disparos de arma de fogo na noite desta segunda-feira, no bairro Mário Raiter. Segundo apurado...

Geral

Depois de um incêndio ocorrido em uma residência no bairro São Matheus, onde uma criança de 4 anos foi salva por populares, um dos...

Propaganda