Inaugurada primeira Unidade Técnica Regional da Agricultura em Sorriso

Foi inaugurada hoje (10-07), a primeira Unidade Técnica Regional da Agricultura (UTRA) do Estado de Mato Grosso. Localizada na rua Marechal Cândido Rondon, nº 2311, no bairro Bela Vista, na sede da Secretaria de Agricultura Familiar e Segurança Alimentar (Semasa) de Sorriso, a inauguração contou com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Carlos Fávaro.

O ministro ressaltou que a UTRA, ligada à Superintendência Estadual, que por sua vez é vinculada ao MAPA, concentrará todos os serviços oferecidos pelo Ministério em Sorriso. A Unidade será responsável pelos serviços de controle de produção, garantia de qualidade e promoção do desenvolvimento regional em 50 municípios, abrangendo uma região que se estenderá do Xingu até Sapezal.

Fávaro enfatizou o desejo de abrir futuramente outras unidades semelhantes em diferentes regiões do estado, como na Região Sul, em Rondonópolis e em outros pontos estratégicos. Ele ressaltou a meta de aproximar o MAPA das regiões produtoras, garantindo agilidade nos processos e aumentando a competitividade.

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin, destacou a importância da presença da UTRA e do ministro na inauguração, afirmando que isso demonstra o reconhecimento e o respeito do país pela região como um todo. Ele ressaltou que Sorriso é a cidade brasileira com a maior produção agrícola e que a UTRA trará benefícios não apenas para o município, mas para toda a região em amplo desenvolvimento.

A UTRA de Sorriso funcionará em um espaço cedido pelo município, nas instalações da Semasa, e contará com servidores cedidos pela prefeitura, sob a direção do Auditor Fiscal Federal de Pecuária, Omar Roberto da Silva, que será responsável pela Unidade local.

Além do ministro Carlos Fávaro, estiveram presentes no evento a senadora Margareth Buzetti; o secretário de Defesa Agropecuária do MAPA, Carlos Goulart; o secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério, Roberto Perosa; o Superintendente Federal do MAPA em Mato Grosso, Maurício Munhoz; o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), Iraí Maggi; o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), José Luiz Fidelis; o vice-presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja), Lucas Costa Beber; e o Auditor Fiscal Federal de Pecuária, Omar Roberto da Silva, responsável pela UTRA em Sorriso.

Também estiveram presentes prefeitos de municípios vizinhos que serão atendidos pela UTRA, como Roberto Dorner de Sinop, Miguel Vaz de Lucas do Rio Verde e Claudiomiro de Queiroz de União do Sul.

O evento também marcou o lançamento do Projeto Setorial de Promoção das Exportações do Farelo de Milho 2023/2025, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) em parceria com a União Nacional do Etanol de Milho (Unem), no Sindicato Rural.

Os dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostram um crescimento na produção de grãos no Brasil no ciclo 2022/2023, com estimativa de 312,5 milhões de toneladas, um aumento de 15% em relação à temporada anterior. A área plantada também registrou um acréscimo, chegando a 77 milhões de hectares.

A inauguração da UTRA em Sorriso representa um passo importante para o desenvolvimento do setor agrícola na região, proporcionando maior suporte e agilidade nos serviços oferecidos pelo MAPA e contribuindo para o crescimento da economia local, conforme destacou em entrevista o Ministro da Agricultura.

Veja no vídeo.

Vídeo da notícia

Veja também

Aparelho de som é apreendido e duas são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Homem é baleado no Jardim Carolina e é socorrido ao Hospital Regional de Sorriso

Sorriso: corpo de homem carbonizado é encontrado dentro de veículo

Ex-padrasto de vítima de estupro é preso após ameaçar mãe da criança para não denunciar crime