Indicador de Ensino e Aprendizagem em Mato Grosso registra crescimento de 28,4% em dois anos

A Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT), em parceria com a renomada Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgou resultados positivos provenientes das avaliações realizadas em 2023. O Indicador do Processo de Ensino e Aprendizagem (IPEA-MT), que englobou estudantes do ensino fundamental e médio da Rede Estadual de Ensino, revelou um impressionante avanço de 28,4% nos últimos dois anos.

Os dados indicam um progresso notável na média do indicador, que passou de 4,29 no primeiro ano de avaliações para 5,51 no segundo ano, evidenciando melhorias consistentes. Esse aumento reflete os investimentos e o comprometimento do Governo de Mato Grosso na promoção da aprendizagem.

A coletiva de imprensa realizada para apresentar os resultados contou com a presença do ex-ministro da Educação e diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da FGV, José Henrique Paim. Paim expressou sua satisfação com os dados positivos e destacou a eficiência da avaliação para diagnosticar o nível de aprendizagem de cada estudante, ressaltando a importância de agir em novas metas para impulsionar o aprendizado.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, enfatizou a relevância do IPEA-MT para o avanço educacional em Mato Grosso, especialmente no auxílio à orientação curricular dos jovens estudantes. Ele informou que a avaliação se tornou mais inclusiva em 2023, abrangendo toda a rede com maior participação.

“Em 2024, vamos trabalhar com material adaptativo para ajudar a nivelar o estudante que tenha alguma dificuldade. Esses indicadores validam todos os nossos esforços em busca da qualidade nos resultados e nas metas que vão colocar a Rede Estadual de Educação entre as cinco mais bem avaliadas pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) até 2032”, afirmou Alan Porto.

O IPEA-MT, responsável por medir a proficiência em Língua Portuguesa e Matemática, demonstra o compromisso com a equidade educacional e aprimoramento da aprendizagem. A avaliação faz parte do contrato do Sistema Estruturado de Ensino (SEE) entre o Governo do Estado e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com esses resultados promissores, Mato Grosso almeja consolidar sua posição entre as cinco melhores redes de educação básica até 2032, conforme as metas estabelecidas.

Veja também

Polícia Militar lança operação e inaugura novo Batalhão da Força Tática

IBGE destaca números do Censo 2022 enfocando alfabetização

Terceiro acidente em três dias na MT-560: caminhão carregado de calcário tomba em rotatória

Seduc destina R$ 3,5 milhões para ampliação da educação artística e cultural nas escolas

Sorriso: caminhão carregado de milho tomba na MT 560; carga derramou às margens da via

Sorriso: motorista é preso pela PRF com carga de cigarro contrabandeado do Paraguai