Idioma: InglêsFrancêsAlemãoItalianoPortuguêsEspanhol
Geral

EUA X IRAN

Irã parece estar recuando e ninguém ficou ferido em ataques, diz Trump em pronunciamento

Por: G1 Publicado em 24/11/2020
Donald Tump fala sobre ataques iranianos a baes de forças americanas no Iraque — Foto: Reuters/Jonathan Ernst
Presidente dos EUA prometeu novas sanções econômicas durante fala sobre o ataque a duas bases militares americanas no Iraque.

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (8) que após os ataques contra bases americanas, o Irã parece estar recuando. Em discurso na Casa Branca, Trump também disse que vai impor novas sanções econômicas ao país do Oriente Médio e que, enquanto estiver no poder, o Irã nunca poderá ter armas nucleares.

Veja o resumo do que Trump disse:

  • nenhum americano ou iraquiano morreu durante os ataques de terça-feira (7) e os danos foram “mínimos”;
  • as forças dos EUA estão “preparadas para tudo”;
  • EUA vão impor novas sanções econômicas que vão continuar “até que o Irã mude seu comportamento”;
  • os países que ainda estão no acordo nuclear (Alemanha, China, Reino Unido, Rússia e França) deveriam abandoná-lo;
  • Irã é o principal patrocinador de terrorismo no mundo, e a busca por armas nucleares ameaça o mundo civilizado;
  • enquanto estiver no poder, nunca deixará o Irã ter armas nucleares;
  • Qassem Soleimani, que os EUA mataram na semana passada, era responsável pelas piores atrocidades cometidas pelo regime iraniano e estava planejando novos ataques quando foi assassinado –”deveria ter sido eliminado há muito tempo”;
  • vai pedir que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) tenha um papel mais ativo no Oriente Médio;
  • EUA aumentaram a sua produção de óleo e gás, que o país é o maior do mundo nesse campo e que não depende mais tanto do Oriente Médio para esses recursos;
  • americanos e iranianos têm um inimigo em comum, o Estado Islâmico, e os dois deveriam trabalhar em conjunto nessa e em outras prioridades.
Donald Tump fala sobre ataques iranianos a baes de forças americanas no Iraque — Foto: Reuters/Jonathan Ernst

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)