Jacaré-açu ferido é resgatado em área urbana de Pinheiros 3 em Sorriso

Um jacaré-açu (Melanosuchus niger), medindo aproximadamente 1 metro de comprimento, foi encontrado nesta segunda-feira (19) em uma área de mata às margens da rua Euclides da Cunha, no Bairro Pinheiros 3 em Sorriso. O caso foi comunicado por um morador às autoridades locais, que prontamente acionaram o Corpo de Bombeiros para realizar o resgate do réptil.

A equipe de bombeiros conseguiu cercar o jacaré-açu e realizar sua contenção com amarras na região da boca e patas. Durante a abordagem, foi observado que o animal apresentava “a perda parcial do rabo, com ferimento que ainda estava sangrando, além de outras escoriações na dorsal dele”, conforme detalhado pelo soldado Facundo, integrante da equipe de resgate.

Diante das condições do jacaré-açu, foi decidido encaminhá-lo para uma clínica veterinária credenciada no município, onde receberá os cuidados necessários e será abrigado durante o processo de recuperação. Até o momento, não foi confirmado se as lesões foram causadas por ação humana ou por outros animais.

O jacaré-açu, de acordo com informações levantadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), é considerado um dos maiores predadores da América continental, podendo atingir até seis metros de comprimento e pesar cerca de 300 quilos. Sua reprodução ocorre anualmente, e as fêmeas colocam em média de 40 a 50 ovos.

A Embrapa destaca que a distribuição da espécie é ampla na bacia Amazônica, sendo encontrada em diversos países, como Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Guiana Inglesa e Guiana Francesa. O habitat preferido do jacaré-açu são rios pouco movimentados, lagos ou igarapés.

Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a alimentação do jacaré-açu é exclusivamente carnívora, incluindo caranguejos, peixes e pássaros. A instituição também alerta para o risco de extinção da espécie devido à cobiça por seu couro e à consideração de sua carne como uma iguaria saborosa. A preservação desses animais torna-se crucial para manter o equilíbrio ambiental na região.

Veja também

Corpo de bombeiros captura cobra cascavel em empresa de Sorriso

Governador defende eficiência e que Brasil lidere setor da economia verde

Medida Provisória do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF

Primeira-dama de Mato Grosso abraça a causa da Conscientização sobre a Doença Celíaca

Governador se reúne com banco que pretende financiar projetos de descarbonização em MT