Janssen: 1 milhão de doses são liberadas e podem ser distribuídas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Após ficar mais de 20 dias retida no controle de qualidade, a remessa de 1,096 milhão de doses da Janssen foi liberada, nesta sexta-feira (3). Isso possibilita ao Ministério da Saúde a distribuição da vacina para dar início ao esquema de reforço do imunizante de dose única. O envio aos estados, no entanto, deve começar na próxima semana.

Outro lote de mais de 1 milhão de doses ainda aguarda aval do INCQS (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde), órgão ligado à Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e que também fará a análise dos novos 2,8 milhões de doses da Janssen que chegaram ao país hoje. Com isso, a expectativa é que o governo repasse aos estados e ao Distrito Federal mais de 4,8 milhões de doses de vacina ainda em dezembro.

A instrução é que todas essas doses sejam usadas para reforço de quem tomou o imunizante de dose única. A aplicação é recomendada a todos aqueles que receberam essa vacina há pelo menos dois meses. Com a chegada da variante Ômicron ao Brasil, o Ministério da Saúde tem pressa para acelerar a estratégia vacinal e alcançar aqueles que não retornaram aos postos para completar o esquema primário.

“Precisamos trabalhar para retardar a entrada [da variante] e ampliar a vacinação”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, em coletiva na última quinta-feira (2), ao anunciar cinco casos confirmados de infecção com a Ômicron. São três casos em São Paulo e dois no Distrito Federal.

O reforço da vigilância laboratorial, das medidas não farmacológicas e do monitoramento dos viajantes também está entre as prioridades, apesar de não haver previsão, neste momento, de restrições de viagem mais rígidas.

Como as remessas devem ser liberadas em momentos diferentes, o Ministério da Saúde priorizará regiões que fazem fronteira com outros países. O objetivo é alavancar a campanha de reforço em locais mais propícios a receber novas variantes, sobretudo na iminência da abertura das fronteiras.

Por enquanto, as passagens terrestres para estrangeiros estão fechadas, com exceção do tráfego nas chamadas cidades gêmeas. Mas o presidente Jair Bolsonaro tem pressionado por um relaxamento nesse sentido, além de não apoiar o movimento da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de adotar uma cobrança por vacinação dos turistas.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Brasília - Lorrane Paiva partcipa com seu bebê do mamaço”  em plena estação de metrô de Samambaia, como forma de superação ao que ainda resta de preconceito contra um gesto natural. O ato também servirá de abertura para a campanha Incentive a Vida.( Elza Fiuza/Agência Brasil)

Dia Mundial da Doação de Leite realça o valor do aleitamento

thumb__600_0_0_0_auto

Sorriso: horário estendido em USFs para vacinas e coleta de exames teve avaliação positiva

thumb__600_0_0_0_auto (8)

Das 120 pessoas agendadas para fazer Cirurgias de Pterígio, 24 faltaram sem avisar

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-12T165238.101

Novo espaço do Centro de Reabilitação Renascer é entregue para a população

Morcego-projeto-pesquisa-UFMT-Sinop-2022-ass-2-900x556

Confirmado caso de raiva transmitido por morcego em Lucas do Rio Verde e secretaria faz alerta

freepik

SC confirma primeiro caso de hepatite infantil ‘misteriosa’ presente em 20 países; veja onde