Sorriso: jovem morto durante caçada teria disparado acidentalmente contra si mesmo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

A informação foi repassada à reportagem da Rádio Sorriso pelo delegado de Polícia Dr. Getúlio Daniel.

O rapaz, identificado como Kristian Amaral, 28 anos, morreu na tarde deste domingo (20) em região de mata próximo à comunidade Pontal do Verde. A área fica distante de Sorriso cerca de 60 km e é de acesso difícil, por estrada de terra.

De acordo com o delegado, o corpo do rapaz estava a cerca de 1.300 metros mata adentro, em região de mangue, com muitos rios, o que dificultou o trabalho das autoridades.

Dr. Getúlio agradeceu e parabenizou os investigadores de polícia que realizara o árduo trabalho no local onde foi encontrado o corpo do jovem.  “Extremamente difícil o acesso. Ontem por volta de 15 horas recebemos a informação e somente por volta de 15 horas hoje, foi possível chegar a Sorriso com o corpo para realizar a necropsia. ”

De acordo com o delegado, os colegas de caça da vítima contaram que foram convidados pelo jovem para ir até o local onde seria realizada a atividade de caça de animais silvestres. “Entraram no matagal e após algumas horas de caça se dispersaram e em dado momento ouviram um tiro. Fizeram chamamento de todos pelo nome, mas a vítima não respondeu”, relatou.

O corpo do rapaz, já sem vida, foi encontrado por um dos integrantes do grupo. “Ele percebeu que havia grande quantidade de sangue já no chão, tentou verificar se a vítima tinha algum sinal vital […], todavia já estava em óbito”, contou ainda o delegado.

Os rapazes então retornaram a Sorriso e foram até a Delegacia para relatar os fatos, seguindo-se então as diligências policiais.  “Os caçadores portavam três armas de fogo, duas com registro e uma delas, a que realizou o disparo, não tinha registro. Infelizmente mais um caso que acaba acontecendo em nossa cidade, de pessoas que vão realizar esta caça de animais silvestres e acabam de forma negligente, realizando disparo acidental, levando a vítima a óbito”, lamentou Dr. Getúlio.

O delegado enfatizou o fato de que a mata é bastante densa no local onde o rapaz estava, o que explicaria o disparo acidental contra ele mesmo. “A arma de fogo era muito velha e não possuía alguns sistemas de segurança. A vítima portava duas armas, uma pistola registrada e essa, mais antiga, que disparou acidentalmente. Ele poderia estar tentando se desvencilhar do matagal quando a arma foi acionada e atingiu suas costas levando-o a óbito”.

Os jovens que estavam junto com a vítima se apresentaram e entregaram as armas. Segundo o delegado, sua responsabilidade em relação à caça de animais silvestres será apurada. Ele destaca que um inquérito foi instaurado e dentro de 30 dias deverão ser entregues provas ao Judiciário para as demais providências cabíveis ao caso.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

18055926_e561180f-5

PRF apreende 420 kg de pasta-base de cocaína em MT

a1df3d978dbe00b81fd82feea54cbdc8

Polícia prende homem que mutilou clitóris da esposa e fugiu com a filha bebê

19052112_Pessoa_atr

Homem acusado de torturar esposa é preso após ser localizado em mata com três crianças

628649d18d610

Cansada de apanhar mulher tenta matar o marido

19052222_whatsapp-i

Justiça manda soltar policial investigado por atirar e matar foragido

8504b56b-dfa5-4d5a-8a18-2b7cd7f822cf

PM de Sorriso é acionada e salva bebê de 21 dias que estava engasgado