Justiça Federal suspende concurso da Polícia Civil de MT

A Justiça Federal determinou a suspensão do concurso da Polícia Civil de Mato Grosso. A decisão é do juiz Hiran Pereira em uma ação da Defensoria Pública da União. A decisão foi assinada nessa quinta-feira (19.05).

Conforme a decisão, aos candidatos do concurso público regido pelo Edital no 001/2022- SEPLAG/SESP/MT, e suas retificações, que assim o solicitarem, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, as filmagens/gravações do Teste de Aptidão Física por eles realizados.

Com isso, deverá ser reaberto o prazo para recurso administrativo. “Determino a suspensão do concurso enquanto as providências acima não forem tomadas pelos réus, devendo os réus apresentar novo cronograma, no prazo de 5 (cinco) dias, o que deverá ser divulgado no endereço eletrônico em que são disponibilizadas as publicações do certame”, decidiu o juiz.

O concurso público da Segurança Pública contempla diferentes cargos em sete editais. Para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), as vagas ofertadas são para oficial e soldado. Para a Polícia Judiciária Civil, as vagas são para escrivão e investigador. Já para a Politec, as vagas são para perito oficial criminal, perito médico legista e perito odonto legista.

O concurso será para formação de cadastro de reserva, no entanto, o governador Mauro Mendes já anunciou que a previsão é de que 1.200 novos servidores sejam nomeados ainda em 2022. As provas foram realizadas no dia 20 de fevereiro em Cuiabá e em algumas cidades polos, como: Rondonópolis, Sinop e Barra do Garças.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

6fe049149c43da327e901aa521993982

Ex-deputado estadual José Domingos assina acordo para ressarcimento de mensalinho

Foto: reprodução/rede social

Empresa de Advocacia deixa a defesa de investigada pela CPI da saúde em Sorriso

Lumar-de-B-990x556

LUMAR COSTA DA SILVA, que matou e arrancou o coração da tia, será transferido para hospital psiquiátrico de SP para tratamento por tempo indeterminado

Forum

Sorriso: Juiz determina que empresa Chocair devolva dinheiro de procedimento médico pago antes de ser executado

ADVOGADO SINSEMS 2

Marcos Wanderley assume assistência jurídica ao servidor supostamente envolvido na contratação de cooperados fantasmas

1c60ae0b7e2590cad0d8eb992ad13b8a

Juiz mantém prisão de garçom que matou o filho de 1 ano e 8 meses asfixiado por causa de choro