Lei municipal vai dispensar uso obrigatório da máscara em Sorriso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Em reunião na manhã desta sexta-feira (4), com vereadores e representantes da sociedade civil organizada, o prefeito Ari Lafin anunciou que irá sancionar na semana que vem, caso seja aprovado pelo Plenário, o Projeto de Lei 13/22, de autoria do vereador Iago Mella (Podemos).

O Projeto tem como objetivo tornar facultativo o uso de máscaras em todo o território do município de Sorriso, tanto em local aberto, quanto em local fechado. O uso ou não fica sob responsabilidade de cada cidadão. Lembrando que este caso não se aplica a quem estiver doente ou com suspeita de contaminação pelo coronavírus.

Iago destaca que após dados de redução significativa nos casos de contaminação e internação nos boletins epidemiológicos já é necessário o retorno a rotina antes da pandemia. “Precisamos voltar a nossa rotina e sairmos dessa restrição, voltando a ter relações interpessoais que foram alteradas. Entendemos que a Pandemia está passando por uma fase de finalização, sendo possível o uso facultativo de máscaras”, justificou.

A matéria será tramitada na próxima segunda-feira (7) durante a 5ª sessão ordinária

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-12T165238.101

Novo espaço do Centro de Reabilitação Renascer é entregue para a população

Morcego-projeto-pesquisa-UFMT-Sinop-2022-ass-2-900x556

Confirmado caso de raiva transmitido por morcego em Lucas do Rio Verde e secretaria faz alerta

freepik

SC confirma primeiro caso de hepatite infantil ‘misteriosa’ presente em 20 países; veja onde

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-09T152323.324

UPA24H de Sorriso bate recorde e realiza 11 mil atendimentos no mês de abril

thumb__600_0_0_0_auto (11)

Neste fim de semana tem Sábado Sem Dengue nos bairros Tropical, Califórnia e Portal Kaiabi

thumb__600_0_0_0_auto (5)

Sorriso inicia a vacinação da dose de reforço ou quarta dose contra Covid-19 para idosos acima de 70 anos