Mãe, irmão, tios e padrasto acusados de abuso sexual em Sorriso serão intimados, diz delegado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

O delegado de Polícia Civil de Sorriso, Márcio Portela informou, há pouco, em entrevista, ao Só Notícias, que já iniciou as investigações para apurar denúncia de uma mulher, de 27 anos, que afirmou na delegacia que sofreu uma série de abusos sexuais. Ela acusou a própria mãe, de 54 anos, um irmão, de 35 anos, dois tios, de 59 anos e outro de idade não apontada, além do padrasto, de 43 anos.

Portela explicou que a jovem está passando por acompanhamento psicológico no Centro de Referência em Assistência Social, e após parecer do profissional será ouvida novamente e, posteriormente, os acusados serão intimados para prestarem depoimentos. Ainda de acordo com o delegado, em 2019, ela já havia registrado denúncia contra o padrasto.

“Estamos apurando a denúncia, ela já havia denunciado alguns familiares e, agora, citou outros. Temos que apurar com cautela e passará por atendimento psicológico para saber como ela está. Antes de ser ouvida novamente queremos saber como está seu estado mental, para apurar com mais calma. Após esse procedimento vamos intimar e ouvir todos (os acusados) “, explicou Portela.

De acordo com a versão da mulher, o primeiro abuso foi cometido em 2001, quando tinha apenas 6 anos, por um dos tios. À época, a mãe também teria lhe abusado com alguns objetos e seu padrasto praticou atos libidinosos.

Quando se mudou de cidade, logo depois, foi abusada pelo irmão mais velho e pelo tio. O último crime relatado pela vítima, aconteceu quando já tinha 16 anos e foi cometido novamente pelo padrasto.