Marido agride e estupra ex-mulher por duas horas em MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Uma mulher de 51 anos ficou por quase duas horas mantida em cárcere privado pelo ex- marido. Ela foi agredida e obrigada a ter relações sexuais com ele.

O caso foi registrado nesta terça-feira (24), em Cuiabá. A vítima estava amarrada quando o filho do agressor chegou em casa e flagrou o crime.

Em seguida, ele tirou a mulher da residência. De acordo com as informações, a guarnição foi acionada pela testemunha que chegou em casa e encontrou a mulher com as mãos amarradas.

Segundo contou a vítima, o ex ligou para ela dizendo que queria conversar e que queria que ela fosse até a casa dele. Chegando lá, ele trancou o portão da casa e mudou o comportamento.

O homem tentou fazer sexo contra a vontade da mulher e, diante da negativa dela, começou as agressões físicas. Por duas horas, a vítima sofreu agressões físicas.

Ela foi enforcada e amarrada. Em determinado momento, ela começou a gritar. Com isso, o homem amarrou a boca da mulher e mandou ela não gritar mais.

Disse ainda que a jogaria na caixa d’água para ela morrer afogada. O filho do agressor chegou, percebeu o que estava acontecendo e socorreu a vítima, a levando para a casa de moto.

A mulher estava com lesões pelo corpo e foi até a delegacia, onde fez a denúncia e pediu medida protetiva contra o agressor. Os agentes estiveram na casa do suspeito que, ao perceber a viatura, tentou correr e foi alcançado.

Ele foi detido e encaminhado a Central e Flagrantes de Cuiabá.