Mato Grosso reduz todos os índices criminais nos primeiros dois meses do ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Dados apontam queda de 3,8% em homicídios dolosos, 22% em roubos e 2% em furtos; apreensão de drogas aumentou 12% com quase 3 toneladas apreendidas

Mato Grosso segue apresentando queda nos principais índices criminais, como já vinha ocorrendo em 2021. Nos primeiros dois meses deste ano, o Estado registrou queda de 3,8% em homicídios dolosos, 50% em latrocínio (roubo seguido de morte), 22% e 2% em roubos totais e furtos, respectivamente, e 23% e 15% em roubos e furtos de veículos, respectivamente.

Os dados são do Observatório de Segurança Pública, vinculado à Adjunta de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e levam em consideração o comparativo com o mesmo período de 2021. O levantamento também apontou um aumento de 12% na apreensão de drogas e de 8% na apreensão de armas.

No caso de homicídios dolosos, o Estado registrou 128 ocorrências nos dois primeiros meses deste ano, em comparação ao mesmo período de 2021, que foi de 133. Já o latrocínio, foram quatro ocorrências ante oito no ano passado.

Em total roubos, o número de ocorrências foi de 1.135, este ano, e 1.464, ano passado. Já a redução de furtos foi de 5.678 registros em 2021 para 5.568 este ano. O número de roubos e furtos de veículos diminuiu de 233 e 400 ocorrências registradas no ano passado, respectivamente, para 180 e 339, respectivamente, no mesmo período deste ano.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, avalia como satisfatória a produtividade que as forças de segurança têm apresentado, o que impacta diretamente na redução dos índices.

“Já iniciamos este ano com várias operações integradas para coibir a criminalidade em diversas regiões de Mato Grosso, seguindo no mesmo ritmo que já estávamos no ano de 2021. A redução da criminalidade é um reflexo dos investimentos que a atual gestão vem fazendo nas forças de segurança. E quem ganha é o cidadão, que consegue perceber uma maior sensação de segurança”, destacou Bustamante.

Apreensões

O estado também já contabiliza quase 3 toneladas de entorpecentes apreendidos – mais precisamente 2.943,57 quilos – ante a 2.636 quilos no mesmo período do ano passado. A apreensão de armas passou de 327 no ano passado para 354 este ano.

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

pm,_festa

Segurança na Exporriso 2022 registrou número baixíssimo de ocorrências

whatsapp-image-2022-05-15-at-20.48.14

Incêndio atinge hospital municipal em Cuiabá e pacientes são retirados às pressas

crime-lgtb-fobia

Sesp promove debate para elaboração do plano estadual de enfrentamento aos crimes de homofobia

Nucleo Mulher AF

Atendimento a vítimas de violência ganha espaço exclusivo em delegacia no norte de MT

acidentes linhão

Energisa e Aprosoja fazem alerta sobre segurança a produtores em Mato Grosso

03053221_276323425_

Após queda em casa, comunicadora de MT está na UTI e precisa de ajuda