Mato Grosso registra maior crescimento no consumo de energia elétrica do país em março

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

O consumo de energia elétrica em Mato Grosso aumentou 10% em março, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica — CCEE. Foi a maior taxa do país, seguida por Rondônia (9%) e Goiás (7%).

No estado, foram consumidos 1.254 megawatts médios e a maior parte, quase 80%, foi utilizada pelo mercado regulado, que atende pequenas empresas, o comércio e as residências. A demanda desse segmento também avançou 10% na comparação anual, resultado de temperaturas mais elevadas na região, que estimularam, por exemplo, maior uso de ventiladores ou aparelhos de ar-condicionado.

O restante foi destinado ao mercado livre, que fornece energia elétrica para a indústria e grandes empresas, como shoppings e redes de varejo. Quase todos os 15 ramos de atividade econômica monitorados pela CCEE na região aumentaram a demanda no último mês, com destaque para os setores de serviços (41%), comércio (27%) e minerais não-metálicos (22%).

Apenas os segmentos de metalurgia e de veículos tiveram recuo, de 6% e 3%, respectivamente.

Sobre a CCEE

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE é responsável por viabilizar e gerenciar a comercialização de energia elétrica no país, garantindo a segurança e o equilíbrio financeiro deste mercado. A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização de energia – no ambiente regulado, no ambiente livre e no mercado de curto prazo – por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo).

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

passaporte-07022022160716983

Emissões de passaporte mais que dobram no Brasil no 1º trimestre

thumb__600_0_0_0_auto (17)

Geraldo Rufino contará sua história a sorrisenses

Fábrica da empresa brasileira BRF em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Brasil precisa qualificar 9,6 milhões de trabalhadores em ocupações industriais até 2025

Golpe Nota MT

Moradora de Nova Mutum fatura 10 mil em sorteio do Programa Nota MT

Industria-mt

Mato Grosso alcança primeira posição em crescimento médio da indústria no Brasil

04-Governo-liberará-R-32-bilhões-para-financiar-programa-de-energia-solar-Foto-Prefeitura-Municipal-de-Palmas-TO

Assembleia Legislativa de Mato Grosso Assembleia aprova em definitivo veto a ICMS de energia solar