Maus tratos: mulher é presa por deixar cachorro sem água e comida

Uma mulher de 33 anos foi presa em flagrante por maus-tratos contra um cachorro nesta segunda-feira (23), em Alta Floresta (790 km de Cuiabá).

 

Os policiais receberam uma denúncia informando que a moradora estaria deixando o cachorro preso e passando fome.

 

Uma equipe de investigação foi até o local, uma chácara, e constatou os maus-tratos. O animal estava amarrado a uma cerca, sem comida e água, em estado de aparente desnutrição.

 

O crime de maus-tratos é previsto no artigo 32, da Lei Federal n° 9.605/98 e teve alteração com a lei 14.064/2020, que aumentou a pena para quem maltratar cães e gatos. A punição varia de 2 a 5 anos de reclusão, multa e proibição da guarda.

Em caso de morte do animal, causado pelo crime, a pena pode ser aumentada em até 1/3.

 

O cão foi resgatado e entregue a uma clínica veterinária, sob responsabilidade da Associação Amamos Animais, de Alta Floresta.

 

A mulher foi encaminhada para a delegacia da cidade e autuada.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Operação-contra-extraçao-madeira-ilegal-Polícia-Federal-e-Ibama-Aripuanã-4-junho-2022-assessoria-990x556

PF interrompe atividades de 15 caminhões com madeira ilegal em operação em Mato Grosso

80081f2d2aca994cea0199d0e1ea5260

Anvisa determina suspensão do agrotóxico carbendazim

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular e duas espingardas

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular em MT

thumb__600_0_0_0_auto (29)

Sorriso: coleta de Resíduos segue para o Setor 5

Batalhão Ambiental realiza treinamento de instruções de nivelamento para patrulhamento fluvial CAPA

Batalhão Ambiental treina policiais militares para policiamento nos rios de Mato Grosso

Desmate ilegal em Marcelândia

Operação ambiental multa fazenda em R$ 2 milhões por reincidência no desmate ilegal e uso do fogo