Mulher confessa que matou marido em janeiro e escondeu o corpo

Desaparecido desde 7 de janeiro, polícia encontrou o corpo de Edvan Moreira, na zona rural de Canarana (823 km ao leste de Cuiabá). A mulher dele, que chegou a fazer campanha para encontrá-lo, confessou que o matou com 3 tiros. Ela foi presa em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver.

De acordo com as informações, família registrou que a vítima saiu de casa em sua motocicleta e tinha como destino o Centro de Canarana, porém, não retornou.

Delegado Flávio Leonardo, que comandou as investigações, afirmou que várias buscas foram realizadas ao longo da investigação até que, na última sexta-feira (9), a motocicleta da vítima foi encontrada jogada dentro de um córrego cerca de 5 km da casa em que ela morava.

Com base na informação e com elementos que foram colhidos durante a investigação, a polícia conseguiu encontrar o corpo da vítima e prender a esposa em flagrante pelos crimes.

“Seguimos a linha de investigação e fizemos uma nova entrevista com ela, que confessou ter matado a vítima com 3 tiros. Ela teria ocultado o cadáver com a ajuda de um trator. Levou a moto para um local e o corpo para outro e usou folhas de coqueiro para esconder”, disse o delegado ao Cadeia Neles da TV Vila Real.

Perícia Oficial (Politec) foi acionada, recolheu os restos mortais da vítima e vai realizar um exame para identificação. Suspeita vai responder por homicídio e ocultação de cadáver.

Veja também

Soldado do Exército Brasileiro é preso transportando mais de 20 quilos de drogas na fronteira Brasil/Bolívia

Polícia Militar reúne mais de cinco mil competidores na 8ª Corrida do Bope

Aparelho de som é apreendido e duas mulheres são detidas após perturbação do sossego e injúria racial

Rotam prende homem com espingarda após ele ameaçar comunidade

Usuário e traficante são detidos pela Rotam em Sorriso

Homem é baleado no Jardim Carolina e é socorrido ao Hospital Regional de Sorriso