Mulher é condenada a 10 anos de prisão por matar a amiga com facada no peito em MT

Aldirene da Silva Santana, de 26 anos, acusada de matar a amiga Fernanda Souza, de 22 anos, com uma facada no peito, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi condenada a 10 anos de prisão. O julgamento foi realizado nesta terça-feira (8).

Segundo a decisão, ela deve cumprir a pena em regime fechado por homicídio qualificado.

Na sentença, o juiz Wagner Plaza Machado Junior disse que o crime foi cometido por motivo fútil.

“A incriminada teria delatado à vítima para o indivíduo com o qual se relacionava, informando a este sobre o envolvimento da ofendida com outros homens, assim teria feito em razão do excessivo ciúme que sentia do ex-namorado, em virtude de ter descoberto que a falecida havia se relacionado com ele”, diz trecho da decisão.

Fernanda foi assassinada em uma quitinete no Bairro Jardim Paulista, em Rondonópolis, onde Aldirene morava.

Aldirene e Fernanda eram amigas.

Conforme a denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), Aldirene teria falado para o namorado de Fernanda que ela se relacionava com outros homens. O boato espalhado pela ré, segundo o MPE, se deu porque a vítima estava se relacionando com o ex-namorado dela.

No dia do crime, Fernanda e o então namorado resolveram terminar a relação, mas a vítima foi até a casa de Aldirene para tirar satisfações sobre o boato. Após uma discussão, Aldirene teria pego uma faca e deu um golpe no peito da vítima, que morreu devido às lesões no pulmão e coração.

Uma testemunha que foi com Fernanda até o local contou à polícia que quando chegaram na casa de Aldirene, a suspeita já estava armada com uma faca e permaneceu armada durante a conversa. Entretanto, em determinado momento, elas começaram a discutir, até que a suspeita desferiu um golpe no peito de Fernanda.

Aldirene chegou a ser presa, mas foi solta por determinação judicial dois meses após o crime.

 

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

whatsapp-image-2022-05-20-at-14.46.47

Justiça manda suspender concurso e exige gravações do teste físico feito por candidatos a cargos na polícia em MT

e58dfbf8a4455fcd0eb620e8c7496034

Justiça Federal suspende concurso da Polícia Civil de MT

28d22ea8debbc6b199988d13574fc667

STF autoriza licença paternidade de 180 dias para servidores públicos

627b2343c2646efd56

Justiça publica lista de credores de transportadora de Sorriso que deve R$ 37,7 mi

5e340771c3d5915014a6302055439ce1

TCE-MT e AMM debatem criação de sistema de planejamento e contabilidade e avançam na implantação do GPE

cidadaos com voz e vez

Conheça o projeto Cidadãos com Voz e Vez desenvolvido em Sorriso (vídeo)