Mulher que filmou decapitação de jovem é presa em Lucas do Rio Verde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Procurada por participar e filmar um crime bárbaro, Emanuely Souza, de 22 anos, foi presa nesta tarde de quarta-feira (2), em uma residência no bairro Rio Verde, em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá). Ela foi identificada como uma das participantes do homicídio que decapitou Gediano Silva, de 19 anos.

A suspeita foi presa por volta de 17h. De acordo com delegado Marcelo Madaime, que participou da prisão da jovem, ela nunca deixou o município de Lucas do Rio Verde. Ela foi pega de surpresa em sua residência, que funcionava como ponto de tráfico de drogas.

Ela atuaria ainda na posição de “disciplina” na hierarquia da facção criminosa, com a responsabilidade de praticar execuções e cobrar dívidas.

“Acabei de conversar com ela, ela está negando, mas as tatuagens por si só já indicam que é ela, isso é de praxe do criminoso. A Emanuely faz parte de uma organização criminosa e é da índole desses criminosos permanecer em silencio, mas temos elementos suficientes de prova”, explicou o delegado.

Emanuelly estava bastante ativa nas redes sociais, mesmo após o crime. Na última publicação da ‘Princesinha Macabra’, como é conhecida na cidade, ela responde uma provocação de um seguidor no Instagram, que diz que ela ‘tá com o rabo entre as pernas com medo de ser presa’.

“Ela não demostrou nenhum ressentimento, estava postando fotos nas mídias e dizendo que a polícia não iria pegá-la, desafiando as forças de segurança”, disse Marcelo.

Esta é a segunda prisão realizada nos últimos dias pela Polícia Civil contra envolvidos no homicídio qualificado, que chocou a população de Lucas do Rio Verde.

Na noite de 26 de janeiro, policiais civis e militares localizaram e prenderam o principal envolvido no crime, um homem de 21 anos. Com ele foi encontrado o veículo Gol e uma arma que, provavelmente, foi usada para cometer o crime. No veículo foram encontrados vestígios de sangue humano. O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado e também identificado como autor de um segundo crime, uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de janeiro, contra um adolescente, no bairro Rio Verde.

O caso

Gediano foi executado na terça-feira (25) e teve sua cabeça decepada. Posteriormente, os criminosos arremessaram o membro do jovem em um dos principais cruzamentos da cidade e o corpo foi jogado dentro do rio Piranha.

Na sexta-feira (28), começou a viralizar em grupos de mensagens um vídeo gravado pelos criminosos no momento da execução. Na gravação, é possível ver o menor ajoelhado e sendo coagido por diversas pessoas.

Em um dado momento é possível ver que há uma mulher junto ao grupo, que dá o comando para que o restante dos presentes executem Gediano. Até o momento, 4 pessoas já estão presas.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Captura-de-Tela-2022-05-19-às-20.30.41

Moradores registram geada em cidade de Mato Grosso onde fez 3 graus

whatsapp-image-2022-05-19-at-13.07.56

Caminhão pega fogo em acidente com outros dois veículos de carga em MT

CLAS2090

Governo formaliza convênios com prefeituras para entregar lâmpadas de LED

thumb__600_0_0_0_auto (18)

Prefeito de Sorriso recebe prêmio do Sebrae de Prefeito Empreendedor

pracadepedagio

Concessionária que administra BR-163 arrecadou R$ 2,9 bilhões em pedágio; apenas 26,5% da obra de duplicação em MT foi executada

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresenta realizações e investimentos. Entre eles, a aeronave Koala, um helicóptero de última geração para atuação no combate ao crime e resgates

PRF registra apreensão recorde de cocaína em 2021