Município de Canarana, em Mato Grosso, decreta situação de emergência devido à grave seca

Canarana, localizado a 838 km de Cuiabá, vive uma situação de emergência devido à estiagem que assola a região. O decreto foi emitido pela prefeitura na última sexta-feira (15), em resposta à escassez de chuvas que vem afetando o município, comprometendo o abastecimento de água e causando prejuízos significativos ao setor agrícola.

Neste ano, Canarana registrou um volume de água abaixo das médias mensais, com a seca atingindo seu ápice no segundo semestre. A falta de chuvas tem impactado negativamente tanto o agronegócio quanto a agricultura familiar, levando a prefeitura a adotar medidas urgentes para mitigar os danos.

Com o decreto de situação de emergência, todos os órgãos municipais estarão sob a coordenação da defesa civil, que coordenará as ações de resposta ao desastre e a reconstrução do cenário afetado. Caso a situação persista, o decreto poderá ser prorrogado por mais 90 dias.

Além disso, a medida autoriza a convocação de voluntários e a realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade. O objetivo é facilitar as ações de assistência à população, que enfrenta dificuldades decorrentes da escassez de água e dos impactos nas atividades econômicas locais.

 

Veja também

SEMA alerta que CAR será suspenso caso não haja resposta dos produtores

RS: enchentes comprometem fertilidade do solo e deixarão algumas lavouras irrecuperáveis

Sorriso: Clube Amigos da Terra prepara lançamento de Selo de Origem incentivando produção local

Exportações do agro batem recorde e atingem US$ 15,24 bilhões em abril

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF

Prazo para produtores de MT informarem ao Indea estoque de rebanho termina no dia 4 de junho