Chapada dos Guimarães

Município declara situação de emergência após fortes chuvas em MT

O prefeito Osmar Froner assinou nesta 2a-feira (29), um decreto municipal declarando situação de emergência por 180 dias devido aos estragos causados pelas intensas chuvas que atingiram a região no último domingo. Com índices pluviométricos de 221 milímetros, as chuvas resultaram em inundações em residências, danos em ruas, avenidas, unidades escolares, além de prejudicar o escoamento da produção e a circulação dos moradores.

Segundo a Defesa Civil Municipal, o volume de chuva registrado ontem equivale às precipitações esperadas para um período típico de 30 dias. O temporal também causou isolamentos em trechos de estradas rurais e pontes, afetando o transporte escolar e a mobilidade da população. O prefeito explicou que a maioria das estradas do município possui solos arenosos suscetíveis a erosão, o que demanda recursos financeiros extras para investimentos em sua recuperação.

A prefeitura informou que Chapada dos Guimarães possui uma área territorial de 6,6 mil quilômetros quadrados, com uma malha viária de rodovias estaduais não pavimentadas de 398,68 quilômetros, estradas vicinais com extensão de 2,5 mil quilômetros e 135 pontes de madeira. Diante do cenário de emergência, o decreto permite que a prefeitura mobilize todos os órgãos municipais para atuar sob a Coordenadoria Municipal de Chapada dos Guimarães nas ações de resposta, reabilitação e reconstrução.

Uma força-tarefa foi criada para realizar a limpeza e remoção de lama, lixo e entulhos nos bairros afetados, além de prestar assistência às vítimas desabrigadas ou desalojadas. Cerca de mil pessoas foram diretamente afetadas pelos danos causados pelas chuvas em localidades como Olho D’água, Centro, Véu de Noiva, MT-515, Ramis Bucacir, São Sebastião e Capão do Boi. Também foi registrado o rompimento da barragem da captação do Monjolo.

A prefeitura ressalta que, apesar do planejamento realizado pela Secretaria de Obras, a intensidade das chuvas surpreendeu, dificultando a execução dos serviços necessários. O prefeito pede a compreensão da população e assegura que as equipes estão trabalhando incessantemente, porém, a demanda gerada por esses eventos climáticos adversos está além da capacidade operacional atual. O decreto de situação de emergência visa agilizar as ações de auxílio à população, permitindo uma resposta mais rápida e efetiva diante das urgências enfrentadas pelo município.

Veja também

Policial Rodoviário Federal morre vítima de infarto enquanto trabalhava

Dois homens são presos após atropelar, esfaquear e agredir pelo menos quatro pessoas

Sorriso: sábado (24) é dia de feirinha de adoção na Praça das Fontes

Governador destaca competência dos novos desembargadores e acredita que prestação de serviços na Justiça será ampliada

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

Inmet alerta para risco de chuvas intensas em Mato Grosso nesta quinta-feira (22)