Feliz Natal| Nova Ubiratã

Nova Ubiratã e Feliz Natal: operação conjunta combate extração ilegal de madeira

A operação coordenada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), em parceria com a Polícia Federal e o Exército, com o objetivo de combater a extração ilegal de madeira no Parque Indígena do Xingu, está prestes a ser concluída. As ações vêm sendo realizadas nos municípios de Feliz Natal (a 130 km de Sinop), Nova Ubiratã, Paranatinga e União do Sul desde a última segunda-feira, mobilizando mais de 90 agentes e contando com o apoio de três helicópteros.

Segundo informações obtidas, a região do Entre Rios, em Nova Ubiratã, é apontada como o principal local de ocorrência da extração ilegal de madeira. Investigação aponta que madeireiros locais e alguns líderes indígenas estariam envolvidos na retirada clandestina de madeira e na comercialização das toras, obtendo grandes lucros com a atividade. Imagens de satélite revelaram diversas áreas desmatadas recentemente, estimando-se uma degradação total de 7 mil hectares.

As equipes de fiscalização têm utilizado helicópteros e também realizado incursões terrestres em pontos estratégicos da reserva indígena, com base em imagens de satélite de alta resolução fornecidas pela Polícia Federal. Agentes da FUNAI (Fundação Nacional do Índio) também participaram da operação, oferecendo respaldo às ações e garantindo o respeito aos direitos legítimos das comunidades indígenas.

Durante as ações, foram identificados numerosos locais com pilhas de toras recém-extraídas, além de pátios onde ocorria o desdobramento de lascas e a construção de palanques utilizando espécies florestais valiosas, como Itaúba, Morcegueira, Cambará e Angico. Tratores, maquinários e um caminhão usado no transporte das toras foram destruídos durante a operação.

Polícia Federal e o Ibama devem divulgar um balanço detalhado das ações realizadas, destacando os resultados obtidos e os desdobramentos legais que serão empreendidos.

Veja também

Inmet alerta para risco de chuvas intensas em Mato Grosso nesta quinta-feira (22)

PF deflagra operação contra fraudes em auxílio de pescadores

Sema e Sesp apreendem 3,9 toneladas de pescado e aplicam R$ 3,5 milhões em multas no período de defeso da piracema

Reserva da madeira: período proibitivo para exploração do manejo florestal sustentável em MT segue até 1º de abril

Meio Ambiente: Polícia Civil prende três pessoas envolvidas em extração ilegal de madeira

Proibição de transporte de pesca no Mato Grosso vale a partir de 2 de fevereiro