Padrasto é preso pela 2° vez suspeito de abusar enteada de 13 anos; mãe foi detida por acobertar crime

O padrasto de uma adolescente de 13 anos foi preso, nessa terça-feira (12), suspeito de estuprar a enteada, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, essa é a segunda vez que o homem é denunciado pelo crime. O primeiro boletim de ocorrência foi registrado em outubro deste ano. A mãe do suspeito e a mãe da vítima também foram presas suspeitas de estarem envolvidas no caso.

A polícia informou que, quando receberam a denúncia, a adolescente estava escondida na casa de uma amiga, momento em que havia contado ter sido estuprada pelo próprio padrasto. O denunciante informou que o suspeito estaria escondido no Bairro Novo Horizonte, mas ele não foi encontrado no local.

Ainda conforme os militares, para conseguir prender o suspeito, eles se basearam na denúncia anterior e foram até a casa do homem. No local, a mãe do investigado contou que ele havia fugido para Manaus após o primeiro boletim de ter sido registrado, mas, ao buscar na casa, os policiais o encontraram escondido em um dos quartos do imóvel. O homem foi preso e conduzido à delegacia junto com a mãe, que tentou ocultar a fuga.

À polícia, a adolescente contou que a mãe a ameaçou para que não contasse os abusos sofridos pelo padrasto e que, caso denunciasse, ela destruiria a vida da vítima. Com isso, a mãe também foi presa. A menina foi encaminha ao Conselho Tutelar, em seguida passou por cuidados médicos em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Segundo a Polícia Militar, além do crime de estupro de vulnerável, o suspeito também tinha um mandado de prisão expedido pela Primeira Vara de Execução Penal de Manaus (AM), pelo crime de tráfico de drogas. O padrasto e a mãe da vítima devem responder por abuso infantil e manipulação familiar.

Veja também

Corpo de bombeiros captura cobra cascavel em empresa de Sorriso

Governador defende eficiência e que Brasil lidere setor da economia verde

Medida Provisória do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor

Ministro Alexandre de Moraes suspende por mais 90 dias processo sobre Ferrogrão no STF

Primeira-dama de Mato Grosso abraça a causa da Conscientização sobre a Doença Celíaca

Governador se reúne com banco que pretende financiar projetos de descarbonização em MT