Piloto perde o controle ao sobrevoar pista congestionada e morre após avião cair

Por: G1/MT Publicado em 18/01/2020

Um piloto de 23 anos morreu depois de perder o controle do avião e cair na Fazenda Pontal, região de Guiratinga, a 334 km de Cuiabá, nessa sexta-feira (17). Sidney Gianini Júnior estava sobrevoando a região devido a pista estar congestionado quando perdeu o controle e caiu.

O piloto e primo de Sidney, Eduardo Romero, contou ao G1 que a família fazia um trabalho de pulverização em uma lavoura de soja. Sidney teria terminado o trabalho dele em outra área e foi até a Fazenda Pontal, onde estava o primo e o pai, para ajudá-los a terminar o trabalho.

“Como a pista é pequena e já tinha outros dois aviões, meu e do pai dele, não tinha espaço para aterrissar. Ele começou a fazer o procedimento padrão, que é ficar sobrevoando a área até que outro avião decole. Em uma das curvas ele acabou perdendo o controle”, contou.

Sidney perdeu controle de avião e caiu em lavoura — Foto: Facebook/Divulgação
Sidney perdeu controle de avião e caiu em lavoura — Foto: Facebook/Divulgação

Sidney perdeu controle de avião e caiu em lavoura — Foto: Facebook/Divulgação

Segundo Eduardo, Sidney estava a uma altura de cerca de 200 pés (60 metros) e não conseguiu retomar o controle da aeronave.

“Houve uma perda de sustentação e, para recuperar, teria que ter mais altura. Quando houve a queda, ao lado da pista, todos desligaram as máquinas e correu para ajudá-lo, mas ele já estava morto”, explicou.

Eduardo disse que a suspeita é que o piloto tenha sofrido politraumatismo devido a queda. “A cabine estava quase intacta e ele tinha um corte no queixo”, disse.

Corpo de Sidney é velado neste sábado (18) — Foto: Eduardo Romero/Arquivo pessoal
Corpo de Sidney é velado neste sábado (18) — Foto: Eduardo Romero/Arquivo pessoal

Corpo de Sidney é velado neste sábado (18) — Foto: Eduardo Romero/Arquivo pessoal

Sidney era de uma família tradicional de aviação agrícola na região, segundo Eduardo.

“Atuávamos na região há cerca de 11 anos. O pai dele, que é dono de uma empresa de aviação, tem mais de 30 anos de experiência e Sidney também era experiente nessa área”, ressaltou.

O corpo da vítima foi transferido para Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, onde a família mora.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)