Polícia Civil cumpre 14 mandados contra associação criminosa que agia em fraudes eletrônicas

Quatorze mandados judiciais foram cumpridos durante na Operação “Illusion”, deflagrada pelas Polícias Civis de Mato Grosso e do Pará, nesta quarta-feira (12.07) para desarticular um grupo que vinha aplicando golpes pela internet. Foram cumpridos, em Cuiabá e Várzea Grande, sete mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão domiciliar, decretados pela Justiça da Comarca de Belém (PA), pelos crimes de fraude eletrônica e associação criminosa.

A ação foi coordenada pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), contou com apoio das unidades da Diretoria de Atividades Especiais (DAE).

Conforme investigação, os envolvidos cometeram a fraude eletrônica utilizando um perfil falso no aplicativo WhatsApp, contra mais de 20 vítimas do Pará, que geraram um prejuízo de aproximadamente R$ 200 mil.

As ordens judiciais em Cuiabá e Várzea Grande, nos bairros: Três Barras, Jardim Vitória, Jardim União e Nossa Senhora da Guia.

Além da DRCI, participaram da Operação Illusion, equipes da Gerência de Combate ao Crime Organizado, Delegacia Especializada do Meio Ambiente, Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Gerência Estadual de Polinter e Capturas.

Veja também

Sorriso: gerente de empresa é preso por suposto desvio financeiro e lavagem de dinheiro

Corpo é encontrado em plantação de milho em Lucas do Rio Verde ; PJC investiga

Boa Esperança do Norte: homem é detido com garrucha após denúncia de que teria incendiado residência

Sorriso: PJC busca prisão preventiva de suspeito de autoria do homicídio no Nova Aliança

Jovens são sequestrados e mortos por membros de facção

Força Tática do 7º Comando Regional prende mulher com 56 kg de drogas em Brasnorte