Polícia

Polícia Civil encerra ano com 1.104 inquéritos concluídos e apreensão de uma tonelada de drogas

Por: Assessoria Publicado em 08/01/2020

Atividades investigativas da Polícia Judiciária Civil em Rondonópolis, realizadas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, resultaram em 1.104 inquéritos concluídos e outros 740 instaurados pela unidade durante 2019. A produtividade da unidade policial destaca ainda 286 prisões de envolvidos em crimes de roubos, furtos e tráfico de entorpecentes, sendo 173 em flagrante e outras 113 decorrentes de mandados judiciais, durante todo o ano passado.

Um dos destaques nas ações desencadeadas pela Derf Rondonópolis foi a Operação Reditus, deflagrada em dezembro com a finalidade de desarticular grupo criminoso com atuação na região. Foram cumpridos 66 mandados de prisões preventivas e de buscas e apreensões nas cidades de Rondonópolis, Pedra Preta, Cuiabá e Amambai (MS). As investigações iniciaram em 2018 para apurar crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, tortura, roubos e corrupção de menores, e culminou na identificação de indivíduos, alguns recolhidos em unidades prisionais de Rondonópolis e Cuiabá, e outros integrantes que circulavam livremente na região cometendo diversos crimes. O grupo era bem estruturado e ordenado, com divisão de tarefas entre seus integrantes, responsável por grande parte das ocorrências praticadas na região do sul de Mato Grosso. A operação contou com a colaboração de policiais militares e do Gaeco, do Ministério Público Estadual.

Apreensão de drogas

Durante 2019, a unidade especializada de Rondonópolis apreendeu em ações investigativas mais de uma tonelada de entorpecentes, entre eles maconha, cocaína e pasta base de cocaína. E foram incineradas no total duas toneladas de drogas.

Uma das apreensões de drogas ocorreu no mês de outubro, quando em investigações a Polícia Civil conseguiu chegar a um suspeito de tráfico na cidade. Durante diligências, os policiais apreenderam em uma casa 111 tabletes de maconha. A droga abasteceria pontos de tráfico em Rondonópolis. O rapaz preso é apontado como integrante de uma facção criminosa e foi identificado durante investigações do tráfico de drogas na região central da cidade.

O delegado Vinicius Prezoto, titular da Derf, destacou o empenho de toda a equipe que não mediu esforços no combate aos crimes cometidos no município.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)